Desporto. Já começaram as fases finais dos CUL 2017/18

0
38

Esta é a semana decisiva nos Campeonatos Universitários de Lisboa, com as fases finais a decidirem quem serão os representantes da Academia de Lisboa nos Nacionais Universitários (CNU), que terão lugar em Aveiro.

Depois de muitas horas dedicadas em prol do sucesso das suas equipas, nesta fase já só estão os melhores, os mais eficazes e constantes durante a fase regular. Depois de centenas de jogos decorridos até chegarmos a este momento, o objetivo passa agora por levantar a taça… Mas não só.

Isto porque serão estas as finais a dar acesso à participação nos Campeonatos Nacionais. Apesar de existirem várias equipas que vão entrar em campo com o apuramento já garantido – por causa do ranking de Lisboa, que permite que as equipas na modalidade de futebol estejam desde já apuradas para a prova nacional – nem todas têm esse estatuto e, por isso, há o aliciante extra de tentarem o apuramento para os CNU’s. Para todas, o grande aliciante será alcançar o título de campeão universitário de Lisboa.

Assim, no futebol, as meias finais vão opor a AEFCT à AEISCAL, e a AEFMH à AEIST. Depois dum campeonato disputado até à última ronda, os recém-chegados ao primeiro escalão dos CUL lutam pelo acesso à final contra a já bem conhecida AEFCT, equipa de futebol de Lisboa que, nos CNU de 2017 em Coimbra, conseguiu ir mais longe na prova; por outro lado, a AEIST fará os possíveis para conquistar o título que lhe fugiu no ano passado, e que impossibilitou a conquista do tetracampeonato.

O Estádio de Honra receberá no dia 19 de março a fase final do CUL de râguebi, com as oito equipas que disputaram a fase regular divididas em dois grupos. Na primeira fase, a UCP – que detém o título de campeã universitária de Lisboa – e a AEFMH acabaram a fase regular na frente da tabela classificativa.

No futsal feminino, a AEFMH substitui neste ano a AEFCT nas equipas que disputaram esta final a quatro na época transata, onde a AAULHT levou a melhor sobre a concorrência. Este ano, chega a esta fase final com 9 vitórias em igual número de jogos disputados, seguida da AEFCL que apenas perdeu contra as líderes do campeonato. Estas equipas defrontarão, no dia 20 de março, no pavilhão 1, a AEFMH e a AEIST, respetivamente. Nesta final-four, para além da consagração da equipa vencedora dos CUL, haverá um outro conjunto que não seguirá viagem para Aveiro.

Na vertente masculina, foi a AEUE, vinda da 2ª divisão, que comandou a tabela classificativa, somando 10 vitórias nas 11 partidas disputadas, com uns incríveis 78 golos marcados. Seguiram-se a AEIST, a AEISEL (campeã em título) e a AEISCTE-IUL, que se destacou pela solidez defensiva, permitindo que a bola entrasse na sua baliza apenas por 19 vezes. Os CNU têm vagas para apenas três destas equipas, fazendo com que o jogo de atribuição do 3º lugar ganhe particular destaque, como se de uma final se tratasse.

O campeonato de basquetebol masculino não poderia ter sido mais equilibrado, sendo que entre o 1º e o 6º classificado verificou-se uma margem de apenas 2 pontos. Do lado inverso, o 7º e o último classificados terminaram em igualdade pontual, com 11 pontos. Levaram a melhor a AEIST – que terminou no 1º lugar em igualdade pontual com a AEFCT; a UNL e a AEISEG. Numa final-four que contará com as mesmas equipas que disputaram esta fase no ano passado, uma equipa ficará pelo caminho.

A AEFMH, finalista vencida dos CNU’s em Coimbra, terminou invicta a fase regular do campeonato de basquetebol feminino. Imediatamente atrás há uma estreia, com o conjunto da AEESSA a ser a defesa menos batida e terminando esta 1ª fase com apenas uma derrota. Na classificação seguem-se a Nova e a AEISEG.

Também na vertente feminina, o campeonato de andebol conta com três equipas das três maiores instituições de Lisboa. Entre a UL, detentora do troféu; a Nova e a FAIPL, levaram a melhor as duas primeiras, que se defrontarão no dia 21 à noite. Na fase regular, a Nova venceu o primeiro jogo por 4 pontos. Já no segundo jogo, foi a UL que levou a melhor vencendo a Nova por esclarecedores 29-15. Nesta final, para além da disputa pelo título de campeão, estará em jogo uma vaga nos CNU.

Invicta ficou também a AEFCT no campeonato de andebol masculino, levando a melhor sobre os campeões em título AEISCTE-IUL, que somaram apenas uma derrota, assim como a AAULHT, que terminou no 3º posto em igualdade pontual com o 2º classificado. A fechar esta final a quatro, a AEISEG conseguiu ficar à frente da AEFMH. Tal como noutras modalidades, para Aveiro apenas seguem 3 equipas. As meias finais encerrarão o calendário do dia 20, no pavilhão 1.

Por último, na quadra de voleibol, os rapazes da UCP não sentiram o sabor da derrota na fase regular do campeonato. Com uma derrota frente aos líderes, a AEIST, campeões em 2017, terminaram no segundo lugar, defrontando o 4º classificado AAULHT. No 3º posto terminou a AEFMH, que defrontará a UCP.

A equipa da UCP de voleibol feminino não quis ficar atrás da equipa masculina, e também terminou a fase regular com 8 vitórias, concedendo apenas 3 sets às adversárias e relegando para o 2º lugar as campeãs na época transata, a AEIST, que apenas perdeu um jogo. Seguem para esta fase final a UL e a AEISEG, que terminou em 4º lugar em igualdade com a AEISCTE-IUL, quinta classificada.

Boa sorte a todos!

[Texto: Hugo Silva, ex-presidente da ADESL]

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here