No Montepio Acredita Portugal só precisas de uma ideia

0
35
No Montepio Acredita Portugal só precisas de uma ideia

O Concurso Montepio Acredita Portugal apostas nos empreendedores do nosso país, criando bases estruturais, de formação e de financeamento necessárias para tornar realidade as ideias de negócio e incentivar a criação de empresas portuguesas.

Já teve o nome de InovPortugal e de Realize o Seu Sonho. Agora, o simples Acredita Portugal abriu as inscrições para a 8ª edição do concurso, cujos prémios têm um valor de 500 mil euros. Serão distribuídos prémios a todos os participantes e quanto melhor classificado sejas, melhores prémios recebes.

Podes ter apenas uma ideia, ou até já ter um plano de negócios feito mas caso tenhas uma equipa, nesta primeira fase apenas se inscreve um elemento, o promotor, e a restante equipa será depois adicionada. A inscrição é completamente gratuita e é feita aqui.

Não é preciso perceber nada de gestão para se participar, aliás, as ideias não têm de estar dirigidas a nenhuma área específica. A organização do concurso destaca algumas guidelines específicas às quais será dada preferência como a originalidade, trabalho de pesquisa, impacto económico e social positivo para Portugal e outras, que poderás encontrar no sub-tema “Que tipo de ideias podem concorrer?”.

As inscrições decorrerm até ao dia 14 de janeiro e, depois, seguem-se 7 etapas onde serão desenvolvidos os modelos de negócio, plano de marketing, plano de financeamento e outras componentes essenciais para a pitch final para o júri, composto por Marcelo Rebelo de Sousa (Presidente da Reúplica Portuguesa), João Vasconcelos (Secretário de Estado da Indústria), Isabel Nevels (Business Angels Club Lisboa e Shark Tank), Marco Galinha (Grupo Bel e Shark Tank), João Pereira (Portugal Ventures), Francisco Ferreira Pinto (Busy Angels) e Luís Paulo Tenente (Banif Capital).

Podes ter acesso ao regulamento e a mais informações sobre o concurso através da sua página oficial.

[Fonte: Acredita Portugal]
[Foto: Unsplash]

Partilhar

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here

*