Judocas sem roupa (outra vez)

0
871

Os judocas universitários do Minho voltaram a despir-se de preconceitos.

Os judocas da Universidade do Minho voltaram a tirar a roupa pelo Fundo Social de Emergência, e desta vez convidaram amigos de outras modalidades. Em 2015 já o tinham feito, criando um calendário que angariou cerca de 8000 euros (com a colaboração da Federação Internacional de Judo).

Este ano voltam a repetir a experiência, com amigos de desportos como o Andebol, o Voleibol e a Escalada, convidados pelo treinador de Judo e fotógrafo Nuno Gonçalves. Todos eles são alunos da UMinho.
Para isso, foi mais uma vez fundamental o apoio da Associação Académica da Universidade do Minho, que encara a segunda edição deste calendário como “a sequência natural de uma iniciativa que superou expetativas e despertou consciências. É simultaneamente um grito de irreverência e de responsabilidade social”, segundo o seu presidente, Carlos Videira.

Este calendário contou ainda com o apoio da Federação Portuguesa de Judo, da Federação Académica do Desporto Universitário e do Plano Nacional de Ética no Desporto.

O calendário está à venda nas sedes da Associação Académica da Universidade do Minho, nas reprografias dos campi, nos gabinetes de apoio ao aluno e nos pavilhões desportivos, pelo valor de 5 euros.

Ângela CarvalhoMarta Coelho - Diogo Branquinho

[Fotos: Universidade do Minho]

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here