Estes investigadores querem aumentar a duração das baterias. E tu podes ajudar

0
34

A aplicação BatteryHub foi desenvolvida por uma equipa de investigadores de várias universidades, e quer recolher os dados de utilização da tua bateria para traçar um perfil de consumo e identificar formas de poupar energia.

Ao instalares esta app no teu smartphone, ela vai recolher de forma periódica informações relacionadas com a utilização da bateria, a percentagem de carga, as aplicações em execução ou utilização de sensores e enviá-la para uma infraestrutura na cloud criada pela equipa de investigadores das Universidades de Coimbra, Beira Interior e Federal de Pernambuco.

O principal objetivo desta investigação é, de acordo com o coordenador do estudo João Paulo Fernandes, “construir um repositório de dados o mais alargado possível, e representativo do consumo de energia em baterias de diferentes dispositivos móveis, sistemas operativos, aplicações e utilizadores”. Para quê? Para que, no futuro, seja possível “utilizar os dados recolhidos para traçar o perfil de consumo dos dispositivos, e assim identificar oportunidades de poupança de energia. Esta é a inovação do projeto”, sustenta o também docente no Departamento de Engenharia Informática da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra.

Os dados recolhidos serão objeto de estudo da própria equipa e estarão à disposição das comunidades científica e industrial, através de tecnologia também já desenvolvida. Este grupo de investigadores garante a privacidade dos utilizadores que partilhem estes dados, uma vez que “não é recolhida nenhuma informação que permita a sua identificação”. A distinção entre os utilizadores é feita com base num código alfanumérico aleatório associado a cada um dos utilizadores.

A aplicação BatteryHub está integrada na iniciativa GreenHub, inserida no projeto de investigação Green Software Lab, financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT). Por enquanto, está apenas disponível para Android.

[Foto: Divulgação]

Partilhar

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here

*