Os desportos mais cool

0
857

Gostavas de experimentar ski e/ou snowboard? Já experimentaste e até curtiste, mas gostavas de evoluir no desporto? A Mais Superior foi falar com dois profissionais que te vão dar as dicas necessárias para que possas praticar à séria já na tua próxima ida à neve!

#ski

O André Pombo é instrutor de ski e personal trainer, e explica-te de uma maneira simples o que é isto do ski. Apesar de ser um desporto cada vez mais popular, uma boa definição ajuda sempre: “Esquiar é basicamente usar a gravidade para nos movermos na neve, através de duas ‘tábuas’ que nos ajudam a manter o equilíbrio e o controlo”, acrescentando que “fazer uma descida com neve virgem acima do joelho é provavelmente uma das melhores formas de experimentar a sensação de liberdade”.

O André explica ainda que podemos dividir o ski em 2 grandes vertentes:
Ski Alpino – ou de pista, recreativo ou competitive, que é o tipo de ski praticado pela grande maioria dos esquiadores;
Freeski – fora de pista, em grandes montanhas, com neve fofa ou profunda, ou em snowparks, com manobras aéreas e rails.

Vais precisar de…

De acordo com o André, “estar bem equipado é fundamental para a tua segurança e diversão na montanha”. Com a ajuda dele, aqui fica uma lista de equipamento de que precisas para te iniciares nesta aventura:

  • esquis, que devem ter em conta o teu nível e peso, pois os mais profissionais deslizam mais e podem comprometer a tua segurança;
  • botas, que devem estar devidamente apertadas para evitar acidentes;
  • bastes;
  • fixações;
  • roupa adequada, como umas boas calças e um bom blusão para não passares mal com o frio;
  • luvas e máscara;
  • capacete, essencial para a tua segurança.

Mini-aula de ski!

Depois de calçares os esquis e de fazeres um bom aquecimento, é importante começares por aprender a posição base do ski: pés afastados à largura dos ombros; joelhos semi-fletidos; canelas a tocar nas canelas das botas; costas direitas; mãos ligeiramente à frente também à largura dos ombros; olhar em frente.

Para começares, faz uma descida direta para aprender a descer em equilíbrio e em posição base, numa descida com pouca inclinação. Os esquis e bastões devem estar paralelos e direcionados para a máxima pendente, e as pernas e os braços ligeiramente fletidos. Deves procurar manter essa mesma posição sem te preocupares com a travagem dada a pouca inclinação da pista.

Na etapa seguinte, passas à cunha, uma forma de travar e controlar a descida na fase inicial de aprendizagem. O controlo desta técnica é essencial para avançares, e para isso, deves realizar uma flexão e rotação interna dos joelhos para derrapares com as arestas internas do esqui. Dominando esta técnica podes passar às viragens em cunha. Partindo da posição de cunha, deves colocar o peso sobre um dos esquis para produzires uma mudança de direção. Se já passaste por todos estes passos, então estás pronto para viragens e travagem em paralelo.

As dicas de quem sabe!

  • Procura um monitor que possa ajudar na tua técnica, pois há sempre algo a melhorar;
  • Treina o teu corpo para as exigências do desporto, como o controlo de velocidade e direção, postura, equílibrio dinâmico e resistência às forças G;
  • Pratica exercício como Skaters, Squat Jumps, Squat no BOSU, entre outros, pois são mais específicos do que correr ou fazer leg extension;
  • Não te esqueças que tudo isto é feito em altitude e a baixas temperaturas.

Os melhores spots!

Infelizmente, e como não neva muito por cá, só temos uma estância em Portugal, na Serra da Estrela. Apesar de não ser a melhor do mundo, o André Pombo é da opinião que “quer em neve, quer em tamanho, dá para passar um dia diferente e treinar a posição, no caso do ski alpino, ou para experimentar uma manobra no módulo, no caso do freestyle”.

Se quiseres mesmo evoluir, terás de sair do país. Mas tens excelentes opções já aqui ao lado:

  • Sierra Nevada – é perto, tem pistas excelentes e um snowpark extremamente bem montado;
  • Baqueira Beret – tem um potencial enorme para freeride, apesar de não ter o melhor dos snowparks;
  • Formigal – tem um bom snowpark;
  • Vallnord – tem dos melhores snowparks dos Pirenéus, em Arinsal;
  • Grandvalira – tem mais de 200 quilómetros de pistas e vários snowparks;
  • Em França: Val Thorens, Tignes, La Plagne 3 Vallées, Espace Killy e Paradiski.

#snowboard

O Ricardo Pina é um snowboarder profissional e explica-te em que consiste este desporto. Para ele, “mais do que uma modalidade desportiva, é um estilo de vida, e consiste basicamente em descer uma montanha cheia de neve com uma prancha presa aos pés”. Parece simples, certo? O Ricardo acrescenta que “teoricamente é facil e na prática também” uma vez que “todas as pessoas de todas as idades conseguem praticar”.

Vais precisar de…

Para o Ricardo, o que precisas mesmo é ter vontade de te divertires! Mas é claro que algum equipamento também dá jeito:

  • prancha de snowboard;
  • fixações, as peças que prendem os pés à prancha;
  • botas, próprias para snowboard;
  • calças, casaco e luvas impermeáveis;
  • óculos próprios para a neve.

Mini-aula de Snowboard!

A prancha tem uma base e duas arestas, uma do lado dos calcanhares a outra do lado onde fica a ponta dos dedos dos pés. Para que desças bem, com segurança e estabilidade, é em cima dessas arestas que deves andar com a prancha, ou seja, tens de andar apoiado nos calcanhares para virar para um lado, e apoiado nas biqueiras dos pés para virar para o outro lado. Se andares na base da prancha, esta torna-se bastante instável e muito difícil controlar.

Antes de tudo, no momento em que vais colocar a prancha nos pés, tens de o fazer sentado na neve, para que a prancha não escorregue e tu não caias. Depois, com a prática, já fazes tudo isso em pé. É também muito importante saberes qual a posição correta em cima da prancha, saberes qual o pé que vai na frente e qual vai atrás, se és goofy ou regular (goofy – pé direito à frente; regular – pé esquerdo à frente).

As dicas de quem sabe!

  • Certifica-te que os teus ombros estão paralelos com a prancha;
  • Uma posição correta é o segredo para conseguires evoluir;
  • Coloca o teu queixo praticamente encostado ao ombro da frente;
  • O teu braço de trás serve como o leme de um barco que te ajuda a direcionar a prancha;
  • Mantém as pernas fletidas para servir de suspensão ou amortecedor;
  • Se mantiveres uma posição correta e praticares muito, vais evoluir ao longo dos dias.

Os melhores spots!

Tal como para o ski, em Portugal a única estância que encontras é a Serra da Estrela. Fora do país, tens várias outras opções:

  • Sierra Nevada – porque tem “a melhor vibe da europa em estâncias de neve”;
  • Pirenéus – com Andorra, Baqueira Beret e Formigal
  • Alpes – com os Les 2 Alpes, Val Thorens, Les Arcs, Laax
  • Patagónia, Argentina e Alasca – para um nível mais elevado

Mais neve!

Snowkiting ou Kiteboarding
É uma espécie de kitesurf, mas na neve. A prancha de surf é substituída ou por uma prancha de snowboard ou esquis. Torna-se mais fácil de praticar do que kitesurf, uma vez que não estás a lutar contra as ondas nem tens de te levantar numa prancha sob água. O papagaio usado é dirigível e também ele muito semelhante ao de kitesurf. O desporto baseia-se em voar, com a ajuda do papagaio, para poderes fazer alguns truques de freestyle aéreos.
Aprender a manter o kite no ar é o primeiro passo. Precisas até de menos vento e podes praticar snowkiting em qualquer área aberta coberta de neve, tornando-se num desporto bastante versátil. Mas cuidado… Um vento forte e uma inclinação grande não se torna seguro para iniciantes!
Os sítios mais indicados para puderes praticar são fora de Portugal, nomeadamente na Suíça, em França e até mesmo na Islândia.

Snowcross
Este desporto deriva do motocross, sendo que a diferença está no piso e também na mota, o que acaba por ser uma mistura entre uma mota e um carro. Aliás, até mesmo o nome do desporto deriva da mistura entre “snowmobile” e “motocross”. Existem vários campeonatos nesta modalidade – em competições, os riders enfrentam pistas com curvas inclinadas e saltos íngremes, sendo este um desporto conhecido pelas suas exibições aéreas.
É claro que, se este desporto despertar o teu interesse, não vais começar com grandes corridas e saltos! Aqui em Portugal, na Estância da Serra da Estrela, podes alugar uma moto de neve e dar um passeio, para ficares com uma noção básica do desporto. O objetivo inicial é conseguires controlar a máquina que conduzes!

[Reportagem: Beatriz Cassona]
[Foto: Cedida pelo entrevistado]

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here