Não sejas ovelha

0
1070

Hoje em dia, os CVs já não são o que eram. O nome ‘Curriculum Vitae’ faz a maioria dos empregadores suspirar de aborrecimento e, segundo nos contam os especialistas da Otherwai, a solução é só uma: rasgar o teu currículo antigo e transformá-lo em algo novo – um passaporte para o emprego.

othe

É assim que se apresentam as seis cabecinhas pensadoras que estão por detrás da Otherwai Catch’a Job: Hugo Alexandre Trindade (Design de Multimédia & Comunicação, Gestão de Design & Empreendedorismo), Pedro Pereira (Artes Gráficas, Ilustração), Mafalda Ferreira (Ciências da Comunicação – Jornalismo, Assessoria, Multimédia), Joana Teixeira (Marketing), Leonardo Ferreira (Design Gráfico e Artes Visuais) e André Pereira (Técnico especialista multimédia).

O seu objetivo? Pegar no teu CV e transformá-lo em algo que salte à vista do teu empregador. Os preços vão dos 30 euros para um currículo bonito em formato pdf (ou 40 cartões de visita) até aos 70 euros pelo serviço de uma página profissional online, ou até um CV em vídeo.

Fomos falar com a equipa da Otherwai para te darmos algumas dicas de apresentação, e para ficarmos a conhecer mais sobre este projeto que, não te prometendo milagres, garante pelo menos ajudar-te a conseguir uma entrevista de emprego.

oth

Sabemos que praticamente fala por si, mas… porquê ovelhas?
Toda a gente usa o CV para se divulgar. Nós vamos transformar os currículos em algo único e envolvente. As ovelhas são todas iguais mas a nossa ovelha distancia-se das outras porque escolhe apresentar-se de maneira diferente (óculos de sol e laço) e, assim, prima pela originalidade.

Sentiram que havia a necessidade de algo como a Otherwai para os recém-licenciados portugueses?
Não só, mas também. Se, até então, ter um curso superior era quase garantia de emprego para a vida, hoje em dia, a realidade não é essa. A economia portuguesa não precisa de tanta gente para a mesma função, por isso é crucial que as pessoas se saibam adaptar a essa nova realidade. Sentimos que podíamos ajudar. Dar o nosso contributo. Os nossos serviços potenciam essa vertente mais dinâmica e versátil da procura de emprego. Obviamente que não fazemos milagres, longe disso, mas aumentamos a hipótese para os nossos clientes conseguirem uma entrevista de emprego. Isso acontece porque focamos, através de um trabalho pessoal, os objetivos do cliente com as necessidades do mercado.

Hoje em dia, um CV continua a ser indispensável para deixar uma boa primeira impressão?
Claro. O Curriculum Vitae é indispensável, mas deveria ter outro nome. A ideia de que deve albergar toda a informação já está ultrapassada. Deveria chamar-se Passaporte de Emprego. Um documento que permitisse uma rápida e fácil adaptação a qualquer emprego. É isso que fazemos.

No meio de um mar de currículos na secretária do empregador, é possível sermos diferentes? Como?
Sim, claro que é. O importante é conseguir a entrevista. Existem várias fases para conquistar uma vaga de emprego e conseguir a entrevista é uma delas. Isso depende, obviamente, do currículo que possamos vir a apresentar, já que irá inevitavelmente falar por nós. Se for criativo, terá destaque. Se tiver destaque, poderá ser uma porta para uma entrevista de emprego. Depois a conversa é outra.

Há mais alguma pergunta que queiram ver colocada? Algo que não queiram deixar de dizer?
Não queremos deixar de dizer uma última coisa. Não resolvemos o problema do desemprego, ou melhor, da falta de emprego. Simplesmente criamos condições para que as oportunidades aumentem. O nosso trabalho, por si só, não resolve nada se as pessoas não tiverem um espírito lutador. Nós tornamos tudo mais estimulante aos olhos de quem emprega, mas só quem for realmente estimulante irá conseguir conquistar o seu lugar. No fundo, nós não criamos currículos, desenvolvemos  passaportes para o emprego.

otherotherw otherwai

[Fotos: Otherwai e Patrícia Fernandes]

Partilhar

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here

*