O fim do Messenger chegou

0
454

Teve um tempo áureo, juntou adolescentes em toda a parte e chega agora ao fim: a Microsoft decidiu acabar com o popular serviço de conversação Windows Live Messenger (MSN). Até ao final de março de 2013, os países ficarão sem acesso ao programa, que a empresa quer ver substituído pelo Skype.

A empresa anunciou esta terça-feira que o serviço Windows Live Messenger chegou ao fim, mantendo-se apenas na China continental. Depois de 12 anos a colar milhares de jovens ao computador – popularidade impulsionada pelo facto de o programa vir pré-instalado com o próprio sistema operativo Windows -, o MSN deverá ser progressivamente substituído pelo Skype, que tem vindo a ganhar terreno nos últimos anos.

Por isso mesmo, os utilizadores manterão os contacto herdados do MSN, que poderão ser utilizados no Skype, que permite tanto conversas de texto, como chamadas telefónicas ou conversas com direito a vídeo.

No blogue do Windows Live, a Microsoft diz que apenas tentou acompanhar a evolução do mundo online: “muito mudou para as mensagens instantâneas e para o Messenger. Começámos a enviar mais mensagens nos telemóveis, a difundir mensagens no Facebook e no Twitter e o Skype tornou-se na melhor forma de ter chamadas de voz e vídeo (além de também permitir mensagens instantâneas)”.

Importa lembrar o motivo da aposta da Microsoft no Skype: em maio último, a empresa comprou o serviço por 8,5 mil milhões de dólares.

[Foto: ehow.co.uk]

Partilhar

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here

*