Meio século de design à mostra em Matosinhos

0
541

João Machado e José Brandão, assim de repente, até podem não te puxar a atenção. Mas se te disserem que o primeiro é o responsável pelos famosos cartazes do festival Cinamina e o segundo pelas capas de discos de Fausto e Zeca Afonso, se calhar, outra música toca nos teus ouvidos. Em Matosinhos, há uma exposição com o melhor de 50 anos de carreira de dois designers gráficos fundamentais.

“1+1 – João Machado e José Brandão = 50 anos de design gráfico em exposição” decorre no Quadra/Mercado Municipal de Matosinhos, até dia 13 de outubro. Por lá podes encontrar, pela primeira vez, uma reunião de trabalhos e obras originais, bem como estudos, maquetes e artes finais, acumulados em meio século de existência de dois diferentes, mas aliciantes, universos criativos.

A iniciativa não é estática e, como tal, haverá lugar a conferências e visitas guiadas, organizadas pela Escola Superior de Artes e Design de Matosinhos (ESAD), pela Câmara Municipal de Matosinhos e pela Fábrica de Santo Thyrso.

A ideia é apresentar as mudanças no design de comunicação em Portugal desde os anos 70 e, por isso, José Bártolo, presidente do Conselho Científico da ESAD e curador da exposição, garante ter sido uma escolha fácil: “Interessou-nos explorar um olhar comparativo. Era importante escolher dois designers que tivessem trabalhado em simultâneo e que fossem representativos da evolução do design em Portugal. Foi simples chegar aos nomes de José Brandão e João Machado. E aquilo que a exposição mostra é um percurso de 50 anos, claramente centrado naquilo que chamo de novo design português, feito de 1974 em diante”.

Até 13 de outubro, é altura de relembrar obras como as capas de “Por Este Rio Acima”, de Fausto, ou “Coro de Tribunais”, de Zeca Afonso, idealizadas por José Brandão, ou a força visual dos cartazes de João Machado para o festival Cinamina.

[Foto: ESAD]

Partilhar

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here

*