Do jornalismo romântico à dura realidade

0
607

Terminou recentemente a licenciatura em Ciências da Comunicação na Universidade do Minho (UMinho) e já vai em dois livros lançados. Ana Margarida Cardoso apresenta “O Peão Indomável”, que fala acerca da profissão de jornalista e da relação, por vezes promíscua, entre a comunicação social e o poder político. As pressões e os dilemas de dois jovens estagiários.

Ana Luísa e Rui são os personagens, fictícios, do segundo romance de Ana Margarida Cardoso. Depois de “Suzzanah”, que chegou à terceira edição, a jovem autora, atualmente a fazer o mestrado em Comunicação Estratégica na Universidade Nova de Lisboa, decidiu contar a história que podia ser a de qualquer recém-licenciado em Jornalismo: atirados para um mercado de trabalho inseguro e, muitas vezes, precário, Ana Luísa e Rui apercebem-se de que a ideia romântica que têm da profissão é utópica. Vão estagiar para um dos mais importantes órgãos de comunicação social do país e deparam-se com dilemas éticos, com um dia-a-dia agitado na redação, com complexas relações com as fontes políticas e com obscuros jogos de poder.

E é precisamente numa altura decisiva para os principais atores políticos (pré-campanha para eleições legislativas), que os dois jovens não remunerados se deparam com uma história bombástica, que pode dar um decisivo fôlego às respetivas carreiras.

A obra de Ana Margarida Cardoso foi apresentada no dia 8 de junho, por dois renomados jornalistas – Pedro Santos Guerreiro, diretor do Jornal de Negócios, e José Pedro Marques, coordenador de informação na RTP Informação.

[Foto: Ana Margarida Cardoso]

Partilhar

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here

*