O Porto a preto e branco

0
966

Não, não vamos discutir quem nasceu primeiro: se a galinha ou o pintainho. O ovo da imagem é outra coisa – da autoria de Jenny Feray, ilustra a 9ª edição do Festival Audiovisual Black & White, que este ano decorre entre 18 e 21 de abril, no Campus Foz da Universidade Católica do Porto.

Jenny Feray – docente da Universidade Católica do Porto, doutorada em Artes e Ciências de Arte e Fotografia pela Sorbonne, em Paris – é a autora da fotografia que este ano dá a cara pelo Black & White: uma forma oval, retratada num universo a preto e branco e que convida à reflexão.

Único no mundo por aceitar obras de fotografia, vídeo e áudio realizadas apenas a preto e branco, o Festival Audiovisual Black & White leva este ano a competição 31 filmes, nove séries fotográficas e sete áudios. Ao longo de quatro dias, para além das competições, serão levadas a cabo diversas atividades ligadas ao mundo audiovisual, desde artist talks, screenings, até extensões de outros festivais internacionais.

Destaque para o evento de abertura, que conta com a estreia de uma peça multimédia intitulada “Journey to the Last Frontier”. Produzida especificamente para a cerimónia, trata-se de um projeto da autoria de Victor Gama – músico, compositor e designer de instrumentos de origem angolana e também jurado do evento. Esta criação implicou uma expedição à Antártida, para captura de material vídeo e áudio, apresentando a jornada de um pinguim e de exploradores humanos.

Outro dos pontos altos do programa é a artist talk de Filipe Homem Fonseca, argumentista, escritor, músico e realizador. A conversa foca-se, sobretudo, em “Azul a Cores”, uma peça de teatro da sua autoria que recentemente decidiu adaptar para o formato de curta-metragem. O projeto tem a particularidade de o autor ter escolhido para a versão cinematográfica os mesmos atores principais: Margarida Cardeal e Tiago Rodrigues.

As noites serão também animadas com um programa cultural paralelo, sendo que o serão de terça-feira, 19 de abril, convida os interessados para assistir a um concerto de Nuno Prata, ex-Ornatos Violeta. Na quarta-feira, dia 20, a noite reserva uma atuação do grupo portuense “Lado Esquerdo”.

[Foto: Festival Black & White]

Partilhar

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here

*