Com 20 cêntimos pedalas e carregas o telemóvel

0
36
Com 20 cêntimos pedalas e carregas o telemóvel

Chama-se Gira e a partir de hoje qualquer pessoa pode andar de bicicleta no Parque das Nações com este novo meio de transporte da EMEL. No próximo mês vai chegar ao resto da capital.

A Empresa Municipal de Mobilidade e Estacionamento de Lisboa (EMEL), depois de testar as suas bicicletas, escolheu o dia de hoje para as lançar oficialmente no Parque das Nações. Têm já 15 estações (locais com bicicletas) neste espaço e esperam, até ao final de outubro, lançar as restantes 135 estações. Vão estar localizadas principalmente na zona de Saldanha, São Sebastião, Alvalade, Telheiras e Campo Pequeno (92 estações), sendo seguida da Baixa e zona ribeirinha (27 estações), do Parque das Nações e em 6 docas, constituindo um total de 1410 bicicletas.

Para poderes andar neste meio de transporte amigo do ambiente tens de descarregar a app Gira, disponível para iOS e Android. Depois, subscrever o passe diário (10 euros), o passe mensal (15 euros) ou o passe anual (25 euros).

O pagamento do passe diário tem de ser feito com cartão de crédito mas os outros dois podem ser feitos através deste meio, de PayPal ou do Multibanco. Durante esta fase inicial, não tens de pagar mais se a viagem for até 30 minutos. Não há forma mais ecológica de viajar nem, nas horas de ponta, mais rápida.

Depois desta fase, quem quiser pode escolher utilizar uma bicicleta normal, que terá um custo de 10 cêntimos pela primeira meia hora e 1 euro pela seguinte, e 2 euros a cada meia-hora depois disso. No caso de escolheres uma bicicleta assistida a eletricidade (acredita, vai ajudar a subir as 7 colinas) o custo de meia hora sobe para os 20 cêntimos e os restantes preços matêm-se iguais. Estas bicicletas estão equipadas com um local para colocares o telemóvel e o carregares, mas tens de pedalar para funcionar.

Se quiseres aproveitar esta nova aposta da cidade de uma forma ainda mais benéfica, fica a saber como é que a pedalar ganhas descontos e até bolas de gelado grátis.

[Fonte: Dinheiro Vivo / Shifter]
[Foto: Pixabay]

Partilhar

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here

*