Facebook combate o terrorismo com a Inteligência Artificial

0
29

Depois de várias acusações que afirmavam que o Facebook não fazia o suficiente para evitar a propagação do terrorismo online, a rede social decidiu criar soluções, através da utilização da Inteligência Artificial, para combater o radicalismo online.

A plataforma criou várias medidas, entre elas a contratação de mais de 3 mil funcionários em todo o mundo para monitorizar conteúdos, e de 150 especialistas em contra-terrorismo, incluindo académicos, antigos procuradores e agentes da autoridade.

Outra solução que a rede social adotou foi um plano que usa Inteligência Artificial. Monika Bickert, diretora para a gestão da política global, e Brian Fishman, gestor de política de contra-terrorismo, apresentaram algumas das técnicas que já estão a ser usadas pelo Facebook:

  • Numa fase inicial, assim que os posts com conteúdos terroristas são vistos, são removidos.
  • Depois, a plataforma utiliza tecnologia para identificar conteúdos sobre o ISIS, al Qaeda e outros afiliados, e analisa as imagens para remover a propaganda, comparando-as com outros conteúdos anteriormente utilizados, a fim de perceber se existe relação.

Explicando o procedimento de uma forma mais concreta, o que o Facebook faz é utilizar ferramentas de interpretação de linguagem para analisar textos sobre terrorismo e removê-los do site. No entanto, apesar deste tipo de análise ainda estar numa fase embrionária, pode ser que evite alguns atos de terrorismo.

[Fonte: Msn]

Partilhar

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here

*