Festival Lisboa Electrónica na Lx Factory

0
34

O Festival Lisboa Electrónica na Lx Factory vai promover 25 editoras e mostrar ao mundo o que se faz em Portugal no mundo da música eletrónica.

Este é um evento que pretende ajudar as editoras discográficas a divulgar o seu trabalho, e consequentemente impulsionar o desenvolvimento da indústria da música eletrónica em Portugal, e decorre hoje e amanhã na Lx Factory, em Lisboa.

Hoje acontecem os showcases de editoras como as portuguesas Bloop Recordings – Magazino, Kaesar e Cruz, a Groovement – Tintonton, Jorge Caiado, Artivista, a MadLuv Records – Nery e Lewis M., e a Príncipe Discos – Marfox e Niggafox. Para além dessas, as estrangeiras Dystopian – Rodhad, Vril e Drumcell, e Tresor – Mike Huckaby e Daniel Bell, também vão marcar presença.
Os showcases começam por volta das 15 horas e acabam pelas 4 da manhã.

Amanhã será dia dos showcases das editoras nacionais Dead Motion Records – Alex FX, menos dois e um ‘b2b’ Temudo e Luigy, Frenzy – Pedro Goya, Serginho e Ostinato, Ministerium Records – Michael Melchner e Patrick Klein, e Helena – Aleks e Gonçalo e das estrangeiras Blueprint – James Ruskin, DVS1 e Sigha, entre outros, e Perlon – Sammy Dee e Zip.

Além das atuações dos DJ’s, a programação inclui debates e oficinas. Hoje às 15 horas na Lx Factory serão discutidos Direitos de autor, ‘publishing’, sincronizações, Why Portugal (exportações), terá lugar uma oficina de produção e uma conferência para assinalar o 25º aniversário da Tresor, que inclui a exibição de um filme sobre a história daquela editora alemã.

[Foto: Organização]

Partilhar

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here

*