Youtube: agora os vídeos só são pagos a partir das 10 mil “views”

0
102

Hoje em dia, há cada vez mais youtubers a crescer e já é mesmo possível usar esta plataforma para produzir vídeos e conseguir viver com esse rendimento. No entanto, agora há uma nova regra para a sua utilização.

Esta mudança surgiu pelo facto de muitos utilizadores usarem o serviço para conseguirem receitas de forma fraudulenta. Tudo começou com a criação do YouTube Partner Program, que permitia que um criador de conteúdos, mediante candidatura e caso cumprisse determinados requisitos, entrasse no programa para ter publicidade nos vídeos.

Este programa acabou por ficar disponível para todos os utilizadores, e foi aí que os youtubers começaram a crescer, da mesma forma que também aumentaram os esquemas para tentar manipular o sistema – criavam contas para publicar os vídeos virais de terceiros, e a monetização era feita mesmo sem que o canal tivesse visualizações.

Para combater essa tendência, o YouTube viu-se obrigado a alterar o programa de parceiros: a partir de agora, os criadores não podem ativar a monetização (ter publicidade) enquanto não tiverem 10 000 visualizações nos vídeos do seu canal.

Para reforçar o processo, a equipa do YouTube também vai criar um sistema de validação do tipo de conteúdos e perfil do canal, para verificar a legitimidade dos vídeos e limitar possíveis abusos.

Esta medida irá ajudar os criadores de conteúdo a proteger os seus direitos, ao mesmo tempo que também se torna favorável para as marcas que utilizam esta via como um investimento de marketing.

[Fonte: Sapo]

Partilhar

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here

*