“Ai flores, ai flores do verde pino”

0
790

Se sabes que tivemos um rei poeta, que esse rei se chamava D. Dinis e que os versos que dão título a esta notícia são da sua autoria, parabéns! Estás mais do que apto para descobrir as Cantigas Medievais Galego-Portuguesas.

A base de dados disponibiliza “aos investigadores e ao público em geral, a totalidade das cantigas medievais presentes nos cancioneiros galego-portugueses, as respetivas imagens dos manuscritos e ainda a música (quer a medieval, quer as versões ou composições originais contemporâneas que tomam como ponto de partida os textos das cantigas medievais)”, podemos ler no site oficial.

A tua curiosidade vai ainda ficar satisfeita quanto aos autores, às personagens e aos lugares referidos nas cantigas, ao seu enquadramento histórico (glossário, notas explicativas de versos, toponímia, antroponímia, notas gerais), bem como à “Arte de Trovar” – o pequeno tratado de poética trovadoresca que abre o Cancioneiro da Biblioteca Nacional.

Sabe ainda que “em cada cantiga, o texto editado pode ainda ser confrontado com o texto manuscrito que transcreve, disponibilizando a base igualmente um conjunto de notas justificativas das leituras proposta (notas de leitura)” e, no que respeita às imagens, a base permite ainda a leitura sequencial dos fólios dos cancioneiros, bem como a visualização independente das iluminuras contidas na Cancioneiro da Ajuda”.

Esta base de dados é resultante do projeto Littera, edição, atualização e preservação do património literário medieval português, projeto financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), e sediado no Instituto de Estudos Medievais da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCCH) da Universidade Nova de Lisboa (UNL). A equipa contou ainda com a colaboração da Biblioteca Nacional de Portugal, no que toca às imagens do Cancioneiro da Ajuda e do Cancioneiro da Biblioteca Nacional.

[Foto: Cantigas Medievais Galego-Portuguesas]

Partilhar

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here

*