Os segredos do teu batom

0
813

Camuflado no bolso das chaves de casa, por entre as contas da luz, os bilhetes dos festivais de verão e os lenços de papel espalhados na mala, junto ao passe dos transportes ou mesmo ao lado do iogurte líquido que não tiveste tempo de beber antes de sair de casa…

Seja qual for o esconderijo, a cor ou o sabor do teu batom, fica a saber que ele carrega uma interessante informação sobre a tua personalidade feminina. Para saberes o que ele diz de ti, faz o teste. (Ah, para esta parte precisas mesmo de encontrar, afinal, o teu batom… Boa sorte!)

1 –  Ponta em forma de chapéu?
Misteriosa
És capaz de fazer magia, graças ao suspense com que planeias as coisas – e isso aplica-se tanto às festas que organizas como à tua capacidade de improviso em exames e provas orais. Daí que a tua maneira de usar batom augure mesmo, depois do chapéu (ou da cartola), um coelho branco a sair, em sinal do espanto e admiração que causas nos demais. Atenção, contudo, porque nem sempre os truques de magia correm bem em palco… E os aplausos podem dar origem a apupos ou, quem sabe, a ovos e a tomates esborrachados.

2 – Ponta com duas pontas laterais ?
Habilidosa
Conseguir deixar duas pontas num batom – mesmo que seja o do cieiro – não é para todas, por isso o teu talento para as habilidades é um dado adquirido. Não consegues ficar parada, estás sempre atenta a quem precisa de ti e és o que se pode chamar a anfitriã perfeita, quando a malta se junta em tua casa para um jantar depois da época de exames. Deixas toda a gente à vontade e não consegues parar de falar, gesticulando em simultâneo, como se estivesses perante um desabamento de prédios… O que nem sempre pode ser positivo: não queres ser uma espécie de polícia sinaleiro do teu grupo de amigos, pois não? É que só te falta o apito.

3 – Ponta em forma de Torre de Pisa?
Informada
Os ventos das novidades passam sempre por ti… Sabes tudo em primeira mão e não resistes à tentação de partilhar tudo com todas as tuas amigas, quanto mais depressa melhor, por isso há quem hesite no momento de desabafar segredos contigo (e compreende-se o porquê). Atenção, portanto, à tua Torre de Pisa, porque um dia pode inclinar-se tanto que vai acabar por cair… E desmoronar o que vai dentro de ti.

4 – Ponta em forma de bala?
Amorosa
Uma vez disparado o teu charme, tornas-te mortalmente apetecível e chega mesmo a ser impossível não gostar de ti! Misturas duma forma tão sublime a delicadeza com a inocência que chegas a ser surpreendente… Mas atenção aos excessos no que toca a seres ‘fofinha’, porque as pessoas que te rodeiam podem fartar-se dessa faceta mais ‘pegajosa’. Alguma rebeldia e mistério também são bem-vindos, ok? Pensa nisso de quando em vez.

5 – Ponta afiada?
Organizada
Acutilante como uma faca de talho é o que tu és, no que toca à organização. Não perdoas uma cama por fazer ou uma camisa por passar a ferro. Além de seres um ás do planeamento e a inveja da turma no que respeita a apontamentos, tens de admitir que o exagero pode acabar por assassinar-te. Lembra-te que a vida não é uma estante de supermercado que tem sempre de estar arrumada nos sítios certos.

6 – Ponta plana?
Sincera
Olhas para o fim da linha do horizonte, numa praia, e sentes a serenidade da linha reta que abraça o infinito. Tu és assim: estável, sincera e forte o suficiente para saber guardar um segredo e dar ombro amigo à tua colega de quarto que ficou sem namorado e vive num pranto. Contudo, nem só as linhas retas nos definem… Deixa entrar alguma curva na tua personalidade e mostra ao mundo todo o potencial e os talentos que te definem, deixando a timidez para trás das costas.

Screen Shot 2013-03-21 at 10.14.10 AM
1, 2, 3, 4, 5, 6… Já sabes qual é o teu tipo?

Lábios mais bonitos desde o Antigo Egito
O seu ar sofisticado fá-lo ficar bem em qualquer mala e toucador de senhoras, mas a verdade é que este complemento de maquilhagem chamado batom surgiu há mais de 5 mil anos, no Antigo Egito. Na altura, era utilizada a Púrpura de Tyr (uma tinta produzida na província de Tiro) capaz de dar coloração aos lábios, deixando-os mais bonitos e com aspeto saudável. Não sabemos se foi à custa do batom que Cleópatra figura na lista de mulheres mais irresistíveis de todos os tempos… Do que temos certeza é que foi só no início do século passado que o perfumista francês Rhocopis lançou o ´batôn serviteur’ – que à letra significa ‘bastão servidor’ e que consistia numa massa vermelha à base de talco, óleo de amêndoas, essências de bergamota e limão. A invenção ao serviço da mulher era vendida numa requintada embalagem de papel de seda e foi fulminante o seu sucesso – capaz mesmo de conquistar atrizes e prostitutas do mundo inteiro.
O que aconteceu depois, isso já tu sabes: independente da cor, sabor ou finalidade, os batons estão mais desprendidos de preconceitos e têm acompanhado, ao longo das décadas, a mulher nessa árdua tarefa de seduzir.

[Foto: Filter Forge @ Flickr]

Partilhar

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here

*