Chega de andar aos papéis!

0
598

Quem é que nunca emprestou ou pediu emprestados os apontamentos do marrão da turma ou da menina com a letra mais bonita? E se em vez de trocar papéis passássemos tudo para o formato digital? Foi isto mesmo que fez o Sebas, explica em entrevista um dos seus mentores, Rúben Pimenta. 

O objetivo? Partilhar conteúdos que ajudam os estudantes a ter melhores notas sem as preocupações com fotocópias, folhas perdidas e compra de livros!

Quando e como é que surgiu o Sebas? Há alguma história curiosa por detrás?

A ideia surgiu numa mesa de café. Estava com um amigo a falar sobre projetos, na internet, que realmente fazem a diferença nos dias que correm. Quase que numa sessão de ‘brain storming’ sobre quais seriam os próximos projetos, surgiu-nos a ideia do Sebas (que na altura não tinha nome). Por ser uma necessidade que tivemos e temos enquanto estudantes, o Sebas é como D. Sebastião: surge, neste caso, não de um nevoeiro mas de uma tarde bem passada, na Piriquita em Sintra, com um travesseiro a acompanhar!
Eu sou de Gestão e, por isso, de sites não percebo nada… Conhecia já o Hugo e conhecia-lhe também a vontade de querer FAZER! Falei com ele sobre esta ideia e desafiei-o para fazer parte dela. Começava a criar-se a equipa que queria construir uma plataforma única onde os estudantes pudessem partilhar fácil e livremente conteúdos que os ajudam a ter melhores notas! O Hugo alinhou e puxou o Ruben ‘2’, para o projeto. O Rúben, que para além de estudante de Mestrado, é também monitor na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCCL). Alguém que sabe, melhor que ninguém, fazer no computador a magia acontecer. Chateámos uma amiga, a Iva Machado, que nos montou o layout do atual sebas. Passado um ano, um estudo de mercado com 300 inquiridos (que nos ajudou a definir o modelo de negócio), muito benchmaking, quatro marcas parceiras ( que davam T-shirts Cão Azul, carteiras Pickpocket, camisolas Earbox e sessões fotográficas Fresh Flash), alguns altos e baixos de motivação e tínhamos, finalmente, a 31 de outubro de 2012, a plataforma a correr a versão piloto na Faculdade de Ciências com a ajuda da AEFCL e ANEP.

Imaginemos que eu estou à rasca para uma determinada matéria… Como me pode ajudar o Sebas?

O Sebas é uma plataforma online para partilha e consulta de correções de testes, apontamentos de aulas, sebentas, resumos de livros e trabalhos. Permite que qualquer aluno, independentemente da Faculdade onde estuda, possa partilhar e tenha acesso a informação de outros cursos de forma fácil e livre.

Quais as principais vantagens deste método de troca de apontamentos online?

Através da partilha e do espírito colaborativo, os estudantes podem rentabilizar o seu material de estudo, que será utilizado por outros estudantes. Em troca, e no atual esquema do Sebas, receberão pontos que serão trocados por prémios (a juntar aos já referidos temos tours da Ghost Tours Portugal, formação em campos de férias dos Campos de Férias do Castor, workshops de joalharia da Skyline, vales de consumo do Bar da Barraca). No futuro, poderão receber recompensas monetárias pelas suas partilhas.
Numa época de crise e com toda uma propaganda e sensibilização para os cuidados financeiros, o Sebas é um centro de poupanças, onde os alunos deixam de se preocupar com despesas em fotocópias, compra de livros, etc. Certamente já houve um estudante de anos anteriores a criar conteúdos sobre aquela ou outra matéria que agora pode ser obtida gratuitamente.

Quantos utilizadores registados tem o Sebas?

O Sebas tem sido desenvolvido numa estrutura completamente probono! É a vontade de querer construir uma comunidade académica melhor que nos move! Estamos em campanha de crowdfunding para mil e 900 euros para conseguirmos alavancar o projeto e estamos convencidos que vamos chegar ao objetivo (só nos falta 35% hoje). O Sebas tem alunos registados de mais de 70 Faculdades espalhadas pelo país, mais de 300 documentos disponíveis mais de mil utilizadores registados, mais de mil euros em prémios disponibilizados por marcas da comunidade!

Outras coisas que o Sebas oferece para além de apontamentos e prémios?

A plataforma esta constantemente a evoluir e, neste momento, temos uma excelente parceria que dará aos estudantes as últimas notícias do mundo universitário na própria plataforma, música, bem como um conjunto de condições especiais que estamos a lançar pontualmente. Na última, fizemos uma happy hour em que oferecemos um copo de cerveja ou de sangria a todos que apareceram para festejar os nossos primeiros seis meses de vida!

Sai da neblina e vai ao Sebas!
Nascido da mente e da imaginação de Hugo Sousa (licenciado em Engenharia Informática e mestrado em Segurança Informática); Rúben Pimenta (licenciado em Gestão e Gestão de Recursos Humanos) e Rúben Campos (licenciado em Informática, a frequentar o segundo ano do Mestrado em Segurança Informática), o Sebas é herdeiro de D. Sebastião, “o Rei que todos os estudantes conhecem e que um dia há de aparecer numa manhã de nevoeiro”. O Sebas representa essa aparição, “nascendo da necessidade que passámos, e passamos, enquanto estudantes, de arranjar sebentas e apontamentos de aulas, da constante procura de testes e correções de anos anteriores bem como resumos de livros”, explicam os seus mentores no site oficial, acrescentando que “o Sebas tem como missão difundir o conhecimento numa ótica de partilha e entreajuda de estudantes universitários”, disponibilizando sebentas, resumos e apontamentos de aulas; testes e correções; e dicas de alunos ou mesmo docentes universitários.
Entra já em sebas.pt, regista-te e descobre o maravilhoso mundo dos apontamentos… E dos prémios que podes ganhar!

[Foto: Sebas]

Partilhar

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here

*