Prémio Científico IBM no feminino

0
450

Quem disse que a Engenharia Eletrotécnica e os Computadores eram assunto de homens enganou-se. Pelo segundo ano consecutivo, o Instituto Superior Técnico (IST) vence o Prémio Científico IBM, este ano na pessoa de Pinar Oguz Ekim.

A jovem turca, de 33 anos, que se encontra a terminar o programa de Doutoramento em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores no IST, é a segunda mulher a receber o galardão em 23 anos de Prémio. No valor de 15 mil euros, o Prémio Científico IBM pretende distinguir o contributo de trabalhos de investigação para o desenvolvimento das Ciências da Computação e Tecnologias da Informação em Portugal.

“Algoritmos robustos de localização em redes de sensores com aplicações a seguimento de alvos” é o título do trabalho vencedor desta 23ª edição do Prémio Científico IBM. Baseado na Tese de Doutoramento de Pinar Oguz Ekim, o trabalho aborda a problemática da determinação de posições geográficas de um ou mais agentes (por exemplo, pessoas, veículos ou animais) a partir de medidas de distância mútua e distâncias a pontos de referência.

O júri do Prémio Científico IBM 2012 decidiu atribuir o prémio a esta trabalho “pelas contribuições inovadoras propostas para a solução robusta do problema da localização simultânea dos nós de uma rede de sensores, cujas posições não são conhecidas a priori ou são conhecidas com erro, e a localização de um alvo móvel que se movimenta nesta rede usando medidas de distância entre os nós da rede e o alvo móvel. Este objetivo, atingido com muito pouco conhecimento a priori da configuração geométrica a estimar, tem inúmeras aplicações em redes de sensores sem fios”, relevou Carlos Salema, Presidente do Júri do Prémio Científico IBM.

[Foto: IBM Portugal]

Partilhar

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here

*