Onde há fumo… Há poluição!

0
677

Nesta altura de inverno são muitos os que, para fazer face ao frio, recorrem às lareiras, às salamandras… Sabias que estas contribuem muito para a contaminação do ar que respiramos? Um estudo da Universidade de Aveiro (UA) diz que as queimas domésticas são responsáveis por 30% da poluição atmosférica em Portugal.

O estudo do Centro de Estudos do Ambiente e do Mar (CESAM) da UA indica que a queima de madeira em equipamentos caseiros representa uma fonte considerável de emissão de poluentes para a atmosfera com consequente agravamento da qualidade do ar. A percentagem de 30%, avançada pelos autores do estudo, tem em conta os dois milhões de toneladas de lenha que os portugueses queimaram em 2010, em lareiras e recuperadores de calor.

Pelo que garantem, esta percentagem terá aumentado desde 2010. O estudo explica esta tendência de crescimento com factores como a crise económica e o aumento dos preços da eletricidade e dos derivados do petróleo, que contribuem para o aumento das quantidades de madeira queimada em casa e, consequentemente, para o aumento do volume de poluição.

Os autores do estudo alertam para o perigo que a percentagem tendencialmente crescente constitui para a saúde pública. É que entre as partículas emitidas pela queima doméstica de madeira, e inaláveis pela população, os investigadores encontraram “números alarmantes” de compostos cancerígenos e elementos com capacidade de modificarem os genes e de provocarem problemas respiratórios.

[Foto: Universidade de Aveiro]

Partilhar

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here

*