Prémio de jornalismo dá empurrão de 3750 euros

0
531

É a proposta da campanha Food We Want, financiada pela União Europeia (UE): atribuir um prémio de 3750 euros aos estudantes ou jovens jornalistas que apresentem o melhor texto sobre “as complexas questões relacionadas com o presente e o futuro da alimentação, tanto a nível global como a nível local”.

O concurso desafia jovens entre os 18 e os 26 anos, com formação ou interesse na área da comunicação social e, preferencialmente, das questões ambientais, a escrever um post jornalístico entre os 2800 e os 3200 caracteres, com espaços incluídos, que se debruce sobre as questões do presente e do futuro da alimentação à escala global.

Para orientar os candidatos, a Food We Want lançou dois textos – um subordinado ao tema “Crise Alimentar Global” e o outro com o nome “Mulheres e Agricultura”. Os participantes devem escolher um deles e daí partir para a própria publicação.

Os textos devem ser enviados até dia 23 de março e ter em conta critérios de valorização, como a originalidade, a atualidade, o valor-notícia, a precisão, a verificabilidade e a clareza. É também necessário que estejam escritos numa das quatro línguas disponíveis – Portugal, Itália, Polónia e Reino Unido são os países a concurso, e os participantes têm ainda de residir num deles, à data do concurso.

O grande objetivo deste desafio, que em Portugal foi lançado pelo Oikos, é ajudar jovens talentos do Jornalismo, alertando ainda para importantes questões sociais e ambientais. Os 3750 euros de prémio final, que serão atribuídos a um vencedor por cada país, servem para apoiar um estágio remunerado ou bolsa de estudo, para que cada um deles possa continuar a crescer na área – licenciaturas, mestrados ou cursos de Jornalismo e Comunicação Social são hipóteses viáveis.

Mas para que nada falhe na tua participação, o melhor é espreitares primeiro o regulamento.

[Foto: waferboard @ flickr.com]

Partilhar

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here

*