Jovens sem Internet têm mais dificuldades

0
989

Não é difícil de imaginar ou perceber porquê, mas um estudo da Universidade de Oxford veio comprovar a suspeita: os jovens sem acesso à Internet têm maiores dificuldades em termos educativos, mas também sociais. Apesar dos problemas que o ciberespaço pode trazer, as vantagens, dizem os especialistas, são ainda maiores.

Usar redes sociais ou outros sites de entretenimento como pretexto para procrastinar não é tarefa que escape às mentes dos estudantes na altura em que era suposto mergulhar os olhos nos livros e apontamentos. No entanto, é também na Internet que se encontram bons apoios ao estudo e à investigação.

Também por isso, um estudo do departamento de educação da Universidade de Oxford chegou à conclusão que os jovens com Internet em casa têm mais condições para ter sucesso tanto na escola, como entre pares. O trabalho envolveu mais de mil lares no Reino Unido, com entrevistas aprofundadas a 200 jovens e respetivas famílias, entre 2008 e 2011. Ainda assim, não será descabido supor que o estudo se possa aplicar ao caso de Portugal.

Os pais, dizem os especialistas de Oxford, apresentam enormes receios quanto ao mundo online e continuam a vê-lo como potencial fator de dispersão e distração. O mesmo se aplica ao uso de telemóveis. Chris Davies , um dos investigadores, citado pelo portal Tek, diz mesmo que os pais se concentram nos problemas, “sem verem os efeitos positivos que os seus filhos obtêm por estarem online”.

Eles são, para além da facilidade de fazer trabalhos sem sair de casa e de uma enorme oferta de informação (que deve ser bem filtrada, no entanto), a melhoria das capacidades de socialização com outros jovens. Quem não tem Internet sente-se, muitas vezes, à margem dos outros, sendo que até os próprios temas de conversa podem ser fator de exclusão, já que muitas vezes nascem do que se espalha nos blogs, nas redes sociais ou noutros espaços da web.

[Foto: sobreadministracao.com]

Partilhar

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here

*