Ano novo com carro velho? Em Lisboa não!

3
2353

O ano novo trouxe más notícias para quem tem carro com matrícula anterior a 2000 e vive ou estuda em Lisboa. Mas quem o faz fora de Lisboa também não ficará a rir por muito tempo…

António Costa, Presidente da Câmara Municipal de Lisboa (CML), vai limitar este ano, ainda mais, a circulação de automóveis com mais de 13 anos nas principais artérias da cidade de Lisboa. Uma medida que promete afetar principalmente os estudantes, aqueles que naturalmente se deslocam em viaturas mais modestas e com maior número de anos.
Uma medida que pese embora o impacto ambiental positivo que vai ter na capital, terá invariavelmente repercussões negativas na mobilidade de muitos estudantes. A tradição deixará de ser o que era. O típico ‘juntar uns trocos’, num part-time ou num trabalho de verão para comprar uma ‘lata’ de quatro rodas não será mais possível.
Com esta medida, muitos daqueles que ponderavam comprar um carro usado para as suas deslocações diárias deixarão de o poder fazer. A aquisição de um automóvel mais recente é inacessível à maioria das bolsas e a compra de um ‘automóvel de 500 euros’ deixará de fazer sentido face à medida anunciada.

Aqueles que já têm carro, esse não terão outro remédio senão despedirem-se, mais cedo ou mais tarde, daquele ‘herói cansado’ que os levou durante anos a fio para a faculdade, ou de festival em festival, praia em praia e festa em festa, sob chuva ou sol, durante muitos e bons anos.

A ‘caça’ ao carro velho, será feita através de um sistema de leitura de matrículas similar aos utilizados nas SCUTs. Os sistemas entrarão em funcionamento no final do primeiro trimestre de 2013. As multas podem rondar os 20 euros e, em alguns casos, as zonas de exclusão estendem-se mesmo até algumas vias de circulação, como o Eixo Norte-Sul.
Segundo a CML, as novas regras são uma exigência da União Europeia (UE) para evitar a poluição na cidade. Portanto, se vives ou estudas fora de Lisboa, não penses que te vais ficar a rir dos lisboetas durante muito tempo. Não deverá demorar muito tempo até que esta medida chegue às restantes cidades portuguesas.

Motivos à parte, a verdade é que para muitos de nós é a despedida prematura de um companheiro de aventuras e desventuras na estrada. Para outros, menos afortunados, é o regresso aos transportes públicos com o fim do tempo em que ter um carro aos 18 anos ainda era possível, com algum esforço mas… Ainda era possível!

Queres saber quais as zonas da capital onde a circulação da tua ‘lata’ já não será possível?

Matrícula anterior a 2000
– Baixa de Lisboa
– Avenida da Liberdade

Matrícula anterior a 1996
– Avenidas de Ceuta
– Forças Armadas
– Estados Unidos da América
– Marechal António Spínola
– Santo Condestável
– Infante D. Henrique
– Eixo Norte/Sul

SOBRE O AUTOR DESTE TEXTO

Guilherme Ferreira da Costa é estudante de Mestrado no Instituto Superior de Gestão e editor do site Razão Automóvel. Também colabora mensalmente com a revista Mais Superior, dando-te dicas práticas sobre como seres um condutor mais feliz… E poupado.

[Foto: sufiy.blogspot.com]

Partilhar

3 COMENTÁRIOS

  1. Então como vou fazer !! moro na baixa tenho um carro de 99 com motor Eco velho não e porque so tem 67km …

    Vou para casa levo o carro as costas !!!

  2. apenas para consideração: dois Fiestas de 3ª geração, o meu eh de ’93 e o do meu amigo de ’97, em tudo idênticos, eu faço a Avenida de Ceuta a pé ou então vou à boleia no carro do meu amigo que por acaso eh igual ao meu. Hilariante mesmo…

  3. Claramente uma medida apenas para esfregar o ego de certos politicos. Uma medida cosmética diga-se, pois muitas dessas latas consomem e consequentemente poluem menos que os carros de alta cilindrada em que estes meninos gostam de ser conduzidos. É flagrante o jogo de interesses nestas situações. lamentável.

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here

*