Bibliotecários em Lisboa para conhecer novo software

0
505

Já decorre na Escola Superior de Comunicação Social (ESCS), em Benfica, o 1º Encontro KOHA 3.8. Durante todo o dia, 200 bibliotecários conhecem as potencialidades do KOHA, um software livre que permite a gestão de bibliotecas na Web.

O Instituto Politécnico de Lisboa (IPL), no qual se inclui a ESCS, usa o KOHA desde 2009 e quer mostrar ao país todas as suas vantagens. Foi para isso que surgiu o 1º Encontro KOHA 3.8, que entre as 9h e as 17h de hoje toma conta da Escola de Benfica.

Diz a organização que, em termos económicos, o sistema permite reduzir custos, quer no licenciamento, quer na manutenção. Já quanto à operacionalização, o encontro servirá para esclarecer a forma como se processa o KOHA, nomeadamente no que respeita a erros nas aplicações, atualização ou mudança para novas versões, migração de dados, entre outras funcionalidades.

KOHA é um nome Maori, que significa dádiva, e é o primeiro sistema de bibliotecas integrado livre e de código aberto, cuja versão inicial surgiu em 2000. Nove anos depois, o Politécnico de Lisboa adotou-o nas suas escolas.

Nascido e criado para uma biblioteca na Nova Zelândia, o software tem vindo a ser desenvolvido por bibliotecas, voluntários e empresas um pouco por todo o mundo.

[Foto: IPL]

CTRL + Q to Enable/Disable GoPhoto.it
Partilhar

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here

*