De malas aviadas

0
3412

Seja o destino praia, montanha ou cidade, o objetivo é um só: diversão. Durante alguns dias, não há despertador, nem exames, nem provas orais com nervoso miudinho na ponta dos dedos e da língua. Só festas, saídas sem horas de chegada e muita loucura entre amigos. Com a crise ao leme, os destinos mais amigos da carteira ditam o rumo das viagens de finalistas… Mas a originalidade na hora de arrecadar fundos pode ser o melhor trunfo.

“De há dois anos para cá que o panorama das viagens dos universitários se alterou por completo. Os destinos que anteriormente eram procurados (Brasil e Caraíbas) simplesmente deixaram de o ser. Hoje, para além de Cabo Verde e Tunísia (mais competitivos em termos de proximidade e valores), são os destinos que até então eram utilizados por algumas Secundárias (Palma de Maiorca e Ibiza) os mais procurados, havendo programas específicos para universitários nesses destinos”. É assim, em traços largos, que Bernardo Mendes, do Departamento Comercial da Wide Travel (que integra a marca Clube do Sol, direcionada para viagens de finalistas), explica a tendência no panorama dos destinos universitários. A razão principal? “É sem dúvida alguma a económica. O que não quer dizer que não tenhamos alguns grupos que continuem a ir para as Caraíbas, mas é um valor muito residual”, continua o responsável.

Sendo o dinheiro a primeira preocupação destes alunos em tempos de crise, Bernardo admite que mais do que vender viagens, a agência onde trabalha presta um serviço de consultoria – “temos os packs convencionais, mas somos bastante flexíveis no sentido de perceber as necessidades de cada grupo em termos de objetivo da viagem, destinos e, acima de tudo, o budget disponível, que hoje em dia é o que condiciona mais as viagens dos universitários”. Depois de fazer esta ‘triagem’, o Clube do Sol apresenta as melhores soluções que vão mais de encontro às necessidades de cada grupo. “Apoiamos as comissões, no sentido de dinamizarem várias ações para angariarem dinheiro para a sua viagem e tentamos ajudar, também, no faseamento dos pagamentos. Tudo isto no período que antecede a viagem”. Durante a viagem, o Clube do Sol presta um acompanhamento de 24 horas por dia in loco na maior parte dos destinos, possuindo ainda um call center de emergência que funciona permanentemente – “por norma, tudo corre bem, mas quando algum problema surge, que com grupos grandes por vezes acontece, rapidamente damos resposta e solução para o mesmo”, sublinha Bernardo Mendes, acrescentando que, quando os universitários regressam de viagem é feito um briefing “para saber tudo”, “pois só assim podemos corrigir eventuais erros e melhorar a qualidade dos nossos serviços”, termina.

Mariana Viagem
Mariana Carvalho foi a responsável pela organização da viagem de finalistas dos alunos de Ciências Farmacêuticas da Universidade Fernando Pessoa (UFP).

Uma viagem de sonho

“Lembro-me, por exemplo, duma viagem talvez há 10/11 anos organizada para a Universidade Católica de Lisboa para a Tailândia, com descida de rio e praias paradisíacas em Phuket, foi talvez das mais exóticas que tivemos. Também as viagens para o Brasil ficam na memória de que as vive, muito pela equipa de animação que tínhamos no destino e que fazia com que as viagens fossem efetivamente inesquecíveis, com animação desde o ‘café da manhã’ até as festas de Luau exclusivas e temáticas que tínhamos”, recorda Bernardo. No entanto, mais do que ficar na memória de todos os profissionais que contribuem para uma boa organização deste tipo de eventos, as viagens de finalistas ficam gravadas duma forma mais emotiva e inesquecível, seguramente, nas memórias de quem as viveu – que o diga Mariana Carvalho, responsável pela organização da viagem de finalistas dos alunos de Ciências Farmacêuticas da Universidade Fernando Pessoa (UFP). O destino foi o México e a recordação que ficou é quase indizível: “A loucura! Foi o encerramento da vida académica, a celebração do esforço e dedicação, foi a nossa merecida recompensa!”.

Como planear tudo com tempo

O 5º ano de estudos do Curso de Ciências Farmacêuticas da UFP está dedicado ao estágio, pelo que Mariana organizou a viagem de finalistas no 4º ano. Quanto à escolha do destino da mesma, a aluna reconhece que não foi difícil: “basicamente, temos de ter de tudo um pouco: fomos para conhecer novas culturas, desfrutar de espaços noturnos e das belíssimas praias de Cancun… Um dos maiores motivos que nos levou a Cancun foi ainda o Spring Break, uma das maiores concentrações de jovens universitários de todo o mundo”. No que toca a angariação de fundos, Mariana explica que “o curso não permite tempo para fazermos angariações de fundos”, pelo que a aluna optou por outra técnica: baixar, ao máximo, os preços com a agência de viagens.

Mas nem tudo foi um mar de rosas, pois “nem todos os alunos estavam de acordo com o local escolhido”, sustenta Mariana Carvalho. “Marcamos algumas reuniões onde só foram mesmo os interessados (12 pessoas). Posteriormente, todos queriam um sítio económico mas com sol e noite, visto que fomos nas férias da Páscoa e por cá não faz muito sol nessa altura. Estivemos indecisos entre Palma de Maiorca, Cabo Verde e México…”.

Para todos os caloiros que começam já a pensar na sua própria viagem de finalistas, Mariana recomenda o seguinte: “inicialmente começa-se pelo destino. Depois, em meados de janeiro /fevereiro, começam a aparecer as promoções para viagens de finalistas nas agências. A partir daí, pedimos orçamentos e escolhemos a melhor proposta. Não convém é serem mais do que duas pessoas a organizar a viagem, porque não é trabalhoso – as tarefas são divididas à medida que tenhamos mais ou menos trabalho”, conclui a aluna.

Inês Craveiro, da Associação Académica da Universidade Autónoma de Lisboa (AAUAL), é também a responsável pela organização duma viagem de finalistas. Mas aqui a organização tem um fim mais geral, sendo que as inscrições estão abertas a “todos os cursos da UAL, bem como a todos os alunos, finalistas ou não”. Quanto ao volume de trabalho que dá planear um evento desta natureza, Inês reconhece que se trata dum processo trabalhoso mas recompensador: “há que fazer deslocações a várias agências, estudar quais as melhores ofertas e escolher o melhor pacote que agrade a todos.

Quanto aos pagamentos, um processo cada vez mais difícil para os estudantes, também estudamos a melhor forma de o fazer. Existem já alguns cursos da UAL que recorrem à angariação de fundos para diminuir os custos pessoais e poderem desfrutar duma viagem sem preocupações”. Este ano, “a UAL apresenta aos seus alunos duas propostas para o fim de março de 2013, com preços que rondam os 750 euros para o Dubai e os 400 euros para Palma de Maiorca (proposta low cost que deverá ter mais escolha por ter tudo incluído)”, explica Inês, acrescentando que o termo ‘viagem de finalistas’ já não é tão restrito como antigamente, altura em que apenas os alunos finalistas viajavam. “Hoje em dia, a UAL para além de juntar todos os finalistas, gosta de unir também toda a faculdade para uma viagem marcante e inesquecível. É a celebração do fim dalguns anos de muito estudo e de muitas aventuras e segredos, sendo que a viagem de finalistas será possivelmente o último momento de vida académica onde todos os estudantes fazem os seus últimos disparates antes da vida adulta”.

Como arranjar dinheiro para a viagem?

A Get Out, cujo slogan é “Diz-nos qual é o teu sonho… Nós levamos-te lá!”, apresenta maravilhosas dicas muito amigas da tua carteira de jovem universitário com direito a divertir-se como gente grande. Eis aqui algumas ideias para aumentares a tua ‘mesada’ e teres guito para a tua viagem:

Rifas: Podes vender rifas para angariares fundos para a tua viagem. As rifas e os prémios são patrocinados pela agência. Se venderes 50 rifas a 1 euro são 50 euros para a tua viagem. Imagina que vendes 200?

Organização de atividades: Se gostas de organizar atividades na tua universidade, então isto é para ti! Uma corrida de kart, um torneio de paintball, um workshop de Dj’ing, uma aula de surf, escalada, moto4, equitação, até um passeio de limusine, entre muitas outras. A Get Out fornece os cartazes para a promoção e organiza a atividade.

Organização de festas e eventos: Uma das melhores formas de angariação de fundos para a viagem é a organização de festas temáticas. A Get Out ajuda-te a organizar uma festa na tua localidade. Basta escolheres o local, a data, os djs e a agência trata de tudo, assumindo a produção e todos os custos.

Baile de finalistas: A Get Out ajuda-te a realizar o melhor baile de finalistas de sempre da tua universidade. Com mais duma centena de bailes de finalistas produzidos nos últimos anos, com os melhores Djs do momento, as figuras públicas e as bandas nacionais, com associação a rádios de topo, grandes marcas e patrocinadores.

Angariação de viagens individuais: Aquelas férias de verão que fazes todos os anos com os teus pais, ou a viagem a Paris ou Madrid dos teus tios, ou o fim de semana no Alentejo que o teu irmão mais velho fez com a namorada… Só tens de falar com eles para comprarem as viagens na nossa agência. Desta forma ajudam-te a ti porque ganhas fundos para a tua viagem.

SOS Viagem segura

Documentos: Verifica se tens o Passaporte e o Bilhete de Identidade/Cartão de cidadão em dia. Não queres ficar no aeroporto a ver os teus colegas partirem, pois não?

Vacinas: Existem países que só permitem a entrada se tiveres determinada vacina. Portanto, informa-te bem sobre isto, porque em matéria de saúde pública não há desculpas além-fronteiras. Não esqueças ainda que nalguns países tropicais beber água da torneira pode ser muito perigoso. Assim, usa sempre água engarrafada – até para lavar os dentes.

Cremes e medicamentos: Atenção aos asmáticos, diabéticos e todos os outros que necessitam de cuidados e medicações especiais. A todos os restantes, não esquecer levar cremes, protetores solares, roupas, calçado e acessórios (óculos de sol, chinelos, biquínis ou gorro e botas para a neve) adequados para o destino escolhido – se andar de barco te dá náuseas, as viagens de avião te deixam os ouvidos feitos num oito ou os copos a mais não te caem lá muito bem, passar na farmácia antes do embarque pode ser boa ideia.

Preservativos: Sabemos que esta é a tua viagem de sonho… Mas para que não se torne num pesadelo, atenção ao método contracetivo que utilizas e ao sexo seguro. No meio de palmeiras banhadas a luar também se apanham doenças, sabias?

Onde procurar informações?

Clube do Sol
Para quem procura uma semana exótica no Dubai, as férias da Páscoa passadas nas Caraíbas ou ainda um aglomerado de mais de 6 mil universitários no !SOUND PARK FESTIVAL! – o maior Spring Break da Europa com bar aberto todos os dias

Movijovem
As Pousadas de Juventude dão-te dicas e ideias para a tua viagem de finalistas e sugerem, até, datas para 2013 – entre 15 e 31 de março e 14 a 30 de junho.

Megafinalistas
Ideal para os amantes da natureza, da liberdade e dos desportos destemidos como o surf, o ski, o snowboard e o bodyboard. A sugestão para ainda pelo Sound Park Fest, o Spring Break mais celebrado na Europa (em Mallorca), que oferece a oportunidade de celebrar uma viagem única num ambiente mágico, com 24 horas de música com DJs ao vivo, bandas, atrações desportivas, concursos e muito mais.

Get Out
Com um novo conceito de viagens à medida da tua carteira, a Get Out indica-te muitas formas de angariares fundos para a tua viagem. Ibiza, Maiorca, México, Turquia ou até Cruzeiros a rasgar as ondas são alguns dos destinos previstos para os universitários.

Mundo Jovem
Graças às parcerias com prestigiados parceiros nacionais e internacionais, a agência consegue a relação qualidade/ preço que procuras: viajar com segurança e qualidade, e por um bom preço. Cabo Verde, Tunísia, República Dominicana, Cuba e Brasil são alguns dos destinos à tua espera.

Slidein Travel
Se a tua escolha passar pelos ShortBreaks Universitários, aqui encontras programas para grupos com a duração de 3 dias / 2 noites (sexta a domingo). Previstos estão jantares com animação (e bebidas à descrição), festas com Djs convidados e até torneiros de futebol e vólei de praia durante o dia.

NOTA: Estes são apenas alguns dos sites onde podes encontrar informações. Fala com os teus amigos e descobre muitos mais!

[Foto: Mariana Carvalho]

Partilhar

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here

*