Música abaixo do nível do chão

0
586

Começou ontem, aproveitando as comemorações do Dia Mundial da Música, e até ao final do mês promete viagens de metro a novos ritmos aos transeuntes lisboetas. O Festival Música a Metro consiste numa série de performances musicais de diversos artistas nas quatro estações mais movimentadas do Metropolitano de Lisboa. De quarta-feira a sábado, basta roubar uns minutos ao percurso entre faculdade e casa e aproveitar o que nem a crise te pode tirar.

A única condição é teres um bilhete normal de entrada no metro (ontem no Cais do Sodré nem isso foi preciso) e algum tempo para tirar à tua agenda. Dentro e fora das carruagens, entre as próximas quartas e sábados – e até dia 27 de outubro -, podes ser surpreendido por showcases nas estações de metro do Cais do Sodré, Marquês de Pombal, Campo Grande ou na novíssima estação da linha vermelha, Aeroporto.

Segundo a organização, são estas as quatro paragens que recebem o maior número de passageiros, no constante rodopio do dia-a-dia, e para o aproveitar, os concertos terão lugar nas chamadas horas de ponta do período da tarde – daí que as atuações possam acontecer a qualquer momento entre as 17h e as 20.30h.

O Festival Música a Metro distingue-se por não ter quaisquer fins lucrativos ou patrocínios e é, segundo a informação disponibilizada na página de facebook do evento, um “elogio à música portuguesa e aos portugueses”. Por isso mesmo, os concertos móveis terão a assinatura de artistas como Manuel João Vieira, We Trust, Youthless, October Flight, Guta Naki, Lissabon, Anarchicks ou Long Way to Alaska.

O arranque foi dado ontem, Dia Mundial da Música, no Cais do Sodré – e num local acessível sem a necessidade de passar pelas entradas do metro -, com atuações de JP Simões, António Zambujo, Filho da Mãe e Ana Firmino. A receção foi a que se esperava, contando com largas dezenas de passageiros sentados à volta do palco improvisado, bem como outros com paragens mais fugazes.

Amanhã, também no Cais do Sodré, pelas 19h, será a vez de Susana Travassos dar música a quem passa.

[Foto: Festival Música a Metro]

Partilhar

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here

*