12 mulheres magníficas

0
926

Maria de Belém Roseira estreia-se na escrita com o livro “Mulheres livres”. São elas escritoras, políticas, filósofas, cientistas, artistas… Em suma: 12 mulheres excecionais que em muito facilitaram a vida das mulheres de hoje, ultrapassando preconceitos e vivendo de acordo com as suas ideias e os seus ideais, num século XX dominado por homens.

Carolina Beatriz Ângelo foi a primeira mulher a votar em Portugal. Marie Curie mereceu duas vezes o Prémio Nobel. Benazir Bhutto chegou a primeira-ministra do Paquistão e Maria de Lourdes Pintasilgo ascendeu também a um lugar de primeira-ministra nunca antes imaginado ser possível alcançar por uma mulher em Portugal. A bailarina e coreógrafa Isadora Duncan e a pintora Frida Kahlo viveram a sua arte em total liberdade. Eleanor Roosevelt imprimiu o seu nome na História universal. Simone Veil, sobrevivente do Holocausto, marcou a política francesa. Hannah Arendt, a provocadora filósofa política, inquietou mentes humanas. As escritoras vanguardistas Virginia Woolf e Simone de Beauvoir deixaram o seu marco na literatura. Dolores Ibárruri Gómez, ‘La Pasionaria’, sacrificou a sua vida em prol da luta por aquilo em que acreditava.

Todas estas mulheres contribuíram para o progresso da sociedade em que viveram e todas elas contam com um lugar muito especial no livro de Maria de Belém Roseira, que sendo licenciada em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra foi advogada e jurista, enveredando depois por uma carreira profissional no âmbito dos Assuntos Sociais.

“Mulheres Livres”
Maria de Belém Roseira
Edição: 2012
Páginas: 232
Editor: A Esfera dos Livros
PVP: 18 euros

Partilhar

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here

*