A música junta-se à Química

0
566

A Química nas mais pequenas ações, daquelas que fazemos quase automaticamente, é o tema que põe a “Ciência na Rua” em Estremoz, amanhã, dia 15 de setembro. Das 18h à 1h da manhã, a cidade alentejana recebe a 6º edição do evento que junta Ciência e Arte para viver e perceber a Química no nosso dia-a-dia. Os Kumpania Algazarra garantem o ambiente festivo.

Dezenas de artistas e cientistas vão juntar-se no centro da cidade de Estremoz na noite de 15 para 16 de setembro, num festival de ciência de características únicas. São sete grandes momentos ou temas científicos em destaque, que vão ser recriados e experimentados pelos participantes – a Tabela Periódica, Lavoisier, a Química e a Saúde, a Química e a Alimentação, a Química e a Cor, a Química e a Investigação Criminal e a Química e a Energia.

Num evento que pretende juntar Ciência e Arte para explicar a Química no dia a dia – fazendo perguntas como “A gasolina do meu carro é Química?”; “Os comprimidos são Química” ou “Quando me apaixono, é Química?” – a 6ª edição da “Ciência na Rua” tem vários parceiros de peso. O Centro Ciência Viva de Estremoz, juntamente com a Escola de Ciências e Tecnologia da Universidade de Évora (UE), fica responsável pela parte dedicada à Ciência.

Através da direção artística dos PIA – Projectos de Intervenção Artística, os Kumpania Algazarra, os Bardoada, os PIA, os Quorum Ballet, os Desperate Men, JoBithume e os Art Color Ballet vão representar a Química através das respetivas formas de Arte. Em suma, vão ajudar-te a perceber melhor o funcionamento do mundo em que vives, com demonstrações que podem ir da ciência ao teatro, da música à dança. Dia 15, em Estremoz.

[Foto: LxAgência]

Partilhar

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here

*