Na cabeça de Paul Auster

0
498

“Pensas que nunca te vai acontecer, que não te pode acontecer, que és a única pessoa no mundo a quem essas coisas nunca irão acontecer, e depois, uma a uma, todas elas começam a acontecer-te, como acontecem a toda a gente.” Em “Diário de Inverno”, Paul Auster escreve o que muitas vezes todos nós pensamos antes de adormecer.

Quem é que nunca se perguntou pelo sentido da sua própria vida? Paul Auster sim. Incansável criador de ficções e de personagens inesquecíveis, o autor vira agora o olhar para si próprio e para o sentido da sua vida. As descobertas da infância e as experiências da adolescência, o compromisso com a escrita – que marcou a sua entrada para a idade adulta –, as viagens, o casamento, a paternidade, a morte dos pais… Uma vida que transborda das páginas deste “Diário de Inverno”, um definitivo autorretrato construído com a paixão e a transbordante criatividade literária que são as marcas distintivas da identidade deste escritor amado pelos leitores e admirado pela crítica.

Diário de Inverno
Paul Auster
Edição:
2012
Páginas: 192
Editor: ASA
PVP: 16,50 euros

[Foto: Leya]

Partilhar

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here

*