Esta História não é para velhos

0
696

Se D. Afonso Henriques bateu na mãe continua um mito, mas de que D. Estefânia morreu virgem, ninguém duvida, pois a autópsia à jovem rainha ficou documentada. A nossa História contém episódios fantásticos, brutais, manhosos, picantes ou mesmo bizarros… Estas e outras verdades estão disponíveis no livro “Histórias Bizarras de um Mundo Absurdo”, da autoria do jornalista João Ferreira e com edição da Esfera dos Livros.

Os contadores de História apelidam os seus protagonistas de reis, tiranos, heróis, traidores, espiões, bandidos… E esses nomes não são à toa. Começando por D. Afonso Henriques, que se diz nasceu com as pernas tortas e foi curado por milagre ou trocado por outro menino: Será que também bateu na mãe? Que nasceu em Viseu e não em Guimarães? E que teve uma visão sobrenatural que o ajudou a ganhar uma batalha decisiva? Estes são alguns dos mitos tecidos à volta do fundador de Portugal. “Mentiras, mitos, falsificações e enigmas” à parte, João Ferreira passa para o capítulo “Mortes misteriosas ou, no mínimo, bizarras” e apresenta-nos D. Pedro V e D. Estefânia, um casal virgem no trono de Portugal – já que aos apenas 22 anos de idade e pouco tempo depois do casamento, a rainha morreu de “angina diftérica” e, durante a autópsia, conservava ainda o hímen. O curioso e macabro é que o seu esposo morreu dois anos depois, com a mesma febre tifoide contagiosa, aos seus apenas 24 anos.

Mas nem só de episódios trágicos se faz a História de Portugal. No que toca a “Bandidos com arte, manha ou maldade para enganar”, a par de Robin dos Bosques, Bonnie & Clyde ou Frank Abagnale (o vigarista genial de “Apanha-me se puderes”), João Ferreira recorda Alves dos Reis, o homem que falsificou 200 mil notas de 500 escudos mandando imprimi-las na mesma casa impressora que fazia as verdadeiras notas do Banco de Portugal. O que faz dele “o maior burlão da História de Portugal” e um “Vigarista de génio”, sustenta o autor do livro.

“Histórias Bizarras de um Mundo Absurdo”
Episódios de Portugal e de outros Países tão caricatos como o nosso
Edição: 2012
Páginas: 312
Editor: A Esfera dos Livros
PVP: 20 euros

[Foto: A Esfera dos Livros]

Partilhar

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here

*