Não deixem morrer as línguas!

0
477

Sabias que existem mais de três mil línguas em risco de extinção? Pois é verdade – e a Google lançou um site para tentar evitar o desastre. A ideia é, claro, preservar os idiomas e a riqueza cultural que temos vindo a herdar, criando uma base de dados pública, que armazena informação sobre todos estes idiomas. O projeto chama-se “The Endangered Languages Project”.

A Google refere que, hoje em dia, estão em risco mais de três mil idiomas e estima que, em 2100, se falarão apenas metade das línguas faladas atualmente. O Koro, por exemplo, falado por apenas quatro mil pessoas nas montanhas do nordeste da Índia, é um dos que tem maiores problemas pela frente. Já o Mirandês é o representante de Portugal e é referido como “endangered”, o segundo nível de perigo (do menos grave para o mais grave) de entre quatro definidos pelo site.

Com esta plataforma criada pela Google, podes aceder a informações sobre as línguas em risco, bem como observar vídeos de alguns falantes e, caso sejas ‘expert’ nalguma delas, acrescentar a tua própria informação, quer seja em texto, quer seja em vídeo ou em áudio.

No blogue da Google, os project managers Clara Rivera Rodriguez e Jason Rissman referem que “documentar as mais de três mil línguas que estão à beira da extinção (cerca de metade das línguas faladas em todo o mundo) é um passo importante para preservar a diversidade cultural e honrar o conhecimento dos nossos antepassados”.

Daqui para a frente, o objetivo passa por colocar este projeto nas mãos de organizações especializadas, para que a iniciativa não se fique por aqui e sejam mesmo evitadas mais ‘mortes’ deste género.

[Foto: Abamu Degio in The Endangered Languages Project]

Partilhar

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here

*