O sorriso dos campeões

0
786

Como quem não quer a coisa e talvez inesperadamente, já que tinha pela frente o chamado ‘grupo da morte’, a Seleção Nacional conseguiu o apuramento para as meias-finais do Euro 2012. Uma segunda parte fantástica chegou para deixar os checos pregados ao relvado e agora já se pensa no jogo de amanhã. Espanha ou França?

Ambos são adversários complicados e com ambos Portugal tem contas a ajustar. Em 1984 e em 2000, os gauleses mandaram-nos borda fora do Europeu também nas meias-finais e, como se não bastasse, no Mundial 2006 repetiram a gracinha, na mesma fase da prova.

‘Nuestros hermanos’ estão ainda mais frescos na memória, já que na última competição em que Portugal participou, o Mundial 2010, deu de caras com aquela que é considerada por muitos a melhor seleção do mundo e perdeu por 1-0. Como tal, preferimos todos recordar a épica caminhada portuguesa no ‘nosso’ Euro, em 2004, onde os espanhóis foram uma das vítimas.

Equipa enorme

As esperanças dos portugueses recaem muito sobre Cristiano Ronaldo, que voltou a mostrar que é capaz de dar o mesmo na Seleção que dá no Real Madrid. Mais um golo (e que golo!), mais duas bolas no poste (e que falta de sorte!), mais uma série imparável de arrancadas pela esquerda, pela direita e pelo meio. Está em grande forma o capitão, é temido por todas e mais algumas defesas e assume cada vez mais a candidatura a Fifa World Player of the Year 2012.

Pepe e Fábio Coentrão na defesa (apesar de ambos saberem como se ataca), João Moutinho no meio campo (quem é o baixote, quem é?) e Nani (a quem ainda só falta mesmo ‘molhar o bico’, como o próprio diz, e marcar um golo) também se destacaram, numa exibição impecável da ‘turma das quinas’.

Amanhã se saberá quem é o próximo adversário de Portugal, que tem agora seis dias para descansar e preparar a meia-final que aí vem.

[Foto: facebook.com/Cristiano]

Partilhar

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here

*