Carta à Seleção Nacional

O Euro 2012 está a bater à porta, arranca a 8 de junho, e a Galp Energia prepara-se para lançar uma campanha com o objetivo de mostrar não só o que os adeptos podem dar à Seleção das ‘quinas’, como o que os jogadores podem dar aos portugueses. A campanha “11 por todos, todos por 11”, a fazer lembrar uma famosa frase de John F. Kennedy em sentido inverso, promete conquistar os portugueses e já ‘mexe’ nas redes sociais.

A ideia é haver um movimento recíproco entre Seleção e adeptos, num movimento que culminou com uma carta escrita por um miúdo, Guilherme, de 14 anos. Na carta, apresentada aos jogadores e treinadores durante um treino, Guilherme conta o seu sonho e pede que os atletas mostrem ao mundo que os portugueses não são “fracos nem preguiçosos”, que “sempre fomos e continuamos a ser um povo honesto, lutador e corajoso”. Afirmando que nem políticos, nem médicos, nem advogados alguma vez terão uma oportunidade tão boa de representar o país como estes jogadores, Guilherme lança o apelo. A leitura da carta foi filmada e será a partir de agora transmitida na televisão.

Jogadores ‘mudam de profissão’

A campanha não acaba com a carta de Guilherme. Foram criados mais três spots publicitários, em que Fábio Coentrão, João Moutinho e Miguel Veloso são ‘apanhados’ a ajudar cidadãos portugueses em diferentes situações de tensão. Os três jogadores são vistos, por exemplo, a apoiar estudantes para exames e a acalmar pais na sala de espera de uma maternidade.

Poster Selecção Nacional

Os jogadores vestiram-se de profissionais de várias áreas

A juntar a isto, andará espalhado por todos os postos da Galp, um poster onde é possível ver um onze inicial da Seleção vestido com roupas próprias de diferentes profissões. A pose para a fotografia é a do costume, mas ver um Nani médico, um João Pereira bombeiro ou um Fábio Coentrão polícia é uma forma de mostrar que desta Seleção, no Euro 2012, depende a imagem de todos nós.

[Fotos: Galp Energia]

Artigos Relacionados: