Duas cadeiras, uma conversa e várias ideias de negócio

 

Depois de Braga, a comitiva do So Pitch aterrou na cidade de Lisboa, pronta para mais um casting de jovens empreendedores prontos a pôr as suas ideias de negócio em prática. A partir das 8:30h da manhã, o sono deu lugar aos sonhos e muitos foram os candidatos a treinar os dotes de oratória e persuasão nos bastidores – tudo para impressionar o painel de jurados.

Não é o “Ídolos”, mas bem podia ser. No entanto, aqui a música é outra: os negócios. Ao som de “Dog days are over” de Florence and The Machine, os primeiros candidatos chegaram ao Instituto de Ciências de Trabalho e Empresa (ISCTE – Instituto Universitário) e quebraram o primeiro gelo com um “Olá!” e um outro “O que te traz cá?”. As respostas sucediam-se como os minutos do relógio e eis que chegava a hora de ir buscar o mítico autocolante com o número de candidatura para colar ao peito.

Entretanto, os mais distraídos, sem saber o que se passava por estes corredores, aperceberam-se da movimentação e perguntavam o que é o So Pitch, ao que logo alguém respondeu: “isto é para quem tem fibra, atitude e vontade de trabalhar! Temos aqui empresas extraordinárias a recrutar, estágios e reuniões com CEOs fantásticos, mas também temos parceiros, clientes e investidores, empresas barriga de aluguer para quem já tem uma Ideia de Negócio na cabeça”. A resposta e a simpatia eram suficientes para dois dedos (ou uma mão deles) de conversa e depressa se trocavam contactos – que é também para isso que estes encontros se dão.

Esquema

Francisco Guerreiro explica o que vem a ser isso do Ecossistema So Pitch.

O primeiro grupo de candidatos despachados junta-se a Francisco Guerreiro e, juntos, discutem o Ecossistema So Pitch, que é como quem diz, o que acontece aos candidatos depois destes dois minutos em frente a um conjunto de jurados composto por empregadores dalgumas das mais importantes, mais criativas, mais dinâmicas ou mais originais empresas portuguesas. “Por exemplo, vocês sabem o que é uma empresa barriga de aluguer?”, pergunta Francisco à espera duma resposta que tarda em chegar, mas que ele faz questão de completar: “Vocês podem aproveitar uma empresa: eles apostam na vossa ideia e vocês ficam submetidos às regras deles… Como acontece muito nos EUA”, continuou o membro da organização, enquanto acabou a explicação do organigrama e convidou os participantes a escreverem num post it qual a sua profissão de sonho.

O painel dos sonhos em forma de post its coloridos já tinha um “Diretor de Marketing da Coca-Cola” e um “Web designer da TAP”, mas ainda havia muito espaço para outras profissões perfeitas na cabeça de muita gente. “Pensamos oferecer a 20 participantes a oportunidade de passarem um dia a fazer aquilo que escreveram, acompanhados da pessoa que descreveram nas empresas que mencionaram”, disse Pedro de Almeida à Mais Superior, muito confiante quanto às prestações dos candidatos do dia de hoje.

Miguel

A conversar é que a gente se entende... E isto também serve para as ideias de negócio.

O autocolante diz MT 522, mas acompanha o nome de Patrícia, a jovem com experiência no Jornalismo que quer, afinal, enveredar por uma nova área dentro da Comunicação Empresarial e da Estratégia de Marketing. “Mas qual é a tua ideia mesmo, diz-me lá?”, pergunta Miguel Gonçalves (que todos ficámos a conhecer depois do programa “Prós e Contras”, com a expressão ‘bater punho’). A candidata diz querer muito começar a trabalhar numa nova área que não é a sua de formação, mas Miguel repreende: “Se não tens experiência, não te vão deixar começar! Entra já aqui na sala e começa a procurar malta de Marketing – se sonhas trabalhar em estratégias de Marketing e não te souberes ajudar a ti própria, como vais poder ajudar os outros?”. Segue-se uma conversa, várias dicas e a esperança de mudar o rumo de vida, que durante os últimos seis meses tem dado pelo nome de desemprego, “a profissão mais em voga nos últimos tempos”, completa outro candidato na mesma situação.

Miguel

"O Marketing é como uma fisga: serve para conseguires atirar mais longe", explica Miguel Gonçalves.

“Marketing é surpreender, não é mandar CV sentada na cadeira. Vai estudar, vai trabalhar numa padaria, pega num grupo de escuteiros, faz um trabalho e cria a tua oportunidade. No fim disso, quando chegares a casa, pensas no teu sonho e trabalhas nele – porque não tenhas dúvidas de que só com muito trabalho é que vais lá”, sugere ainda Miguel, o mentor do So Pitch, enquanto sugere a possibilidade de estágios não remunerados.

“Não se pode olhar de canto os estágios grátis – grátis não: eu vou fazer um investimento em mim para conseguir ter um maior retorno. No fim do estágio, e no fim de terem trabalhado duro, vocês pegam e dizem a quem manda: está a ver isto? Isto é o que havia antes de eu cá ter chegado. E isto aqui é o que há depois de eu cá ter trabalhado”, continua Miguel Gonçalves, que num momento mais ou menos cómico responde a duas candidatas que viam impedimento numa parceria conjunta, porque uma morava em Sintra e outra no Baixo Alentejo, o que consideravam ‘longe’. “O meu tio foi a pé para França, isso é que é longe, pá!”, exclamou Miguel, alertando para o mundo global em que vivemos, onde as distâncias não podem ser medidas em quilómetros.

Entrevista

Os membros do jurado têm uma importante palavra a dizer sobre os participantes do So Pitch.

Foi no intervalo da manhã que houve tempo para perguntar a Isabel Calado, Diretora de Marketing da Galp Energia e um dos jurados, o que estava a achar da iniciativa. “Estou a achar muito gira e devo dizer que têm aparecido pessoas com 16, 17 e 18 anos com muita mais garra do que aquela que eu tinha na idade deles – eu e os meus colegas… Naquela altura acho que se pensava era em acabar o curso… Mas eles hoje não e acho que estão de parabéns por isso”.

No ISCTE – Instituto Universitário estiveram ainda esta manhã Tomás Pinto Gonçalves, Administrador da Zon ou ainda Maria João Vieira Pinto, Diretora da Marketeer – mas o painel de convidados do So Pitch 2012 contou ainda com outras “fantásticas pessoas” – como as apelida a equipa organizadora da iniciativa -, tais como Manuel Tavares, Diretor do Jornal de Notícias; Sérgio Marques, Managing Director da Parfois; António Henriques, CEO do Grupo Soares da Costa; Filipa Nascimento, Brand and Communication Manager da TMN; Rui Torgal, Diretor de Operações da ERA Portugal ou até Fernando Alvim, CEO de si próprio, só para citar alguns – sem menosprezo dos restantes, claro.

Conversa

É com muito prazer que Nuno Freitas dá dicas práticas aos candidatos que o procuram com alguma dúvida relacionada com ideias de negócio.

O Zé Maria ficou à conversa com o empresário Nuno Freitas, o proprietário da empresa multimédia e de efeitos visuais 3D SketchPixel, porque as dicas dum possível recrutador valem ouro, foi muita a atenção depositada por parte deste candidato nas palavras do empresário.

Para todos os candidatos da área de Jornalismo e Comunicação Social está aberto um desafio: os candidatos vestem o colete do Jornal de Notícias (JN) e recolhem, ao longo dos Castings do So Pitch, conteúdo que pode ser escrito, gráfico, multimédia, fotográfico ou em vídeo sobre o ecossistema. “O melhor trabalho ganha um estágio dum mês na redação do JN, media partner do So Pitch”, explica Pedro de Almeida, convencido de que foi em Braga  onde houve mais interessados nesta oportunidade de emprego.

Casting

No So Pitch há futuros que podem ser decididos em dois minutos.

Dividido entre as áreas de Gestão e de Ambiente, o Sérgio fez um casting em Braga e decidiu tentar novamente a sua sorte em Lisboa. “Mal saí da sala, achei que podia ter feito muito melhor e vim tentar outra vez. As oportunidades são para agarrar e aqui estou eu!”, disse com entusiasmo por poder apresentar as suas ideias a Isabel Calado. “Como me interesso particularmente pela área das energias renováveis, poder estar frente a frente com a Diretora de Marketing da Galp Energia é muito bom mesmo”.

Os castings do So Pitch continuam amanhã no ISCTE – Instituto Universitário, onde deverão ser ouvidas os últimos 100 candidatos que fazem parte dos 600 apurados inicialmente. Para não perderes pitada das novidades – o que inclui a grande final do So Pitch, entra aqui.

[Fotos: Bruna Pereira]

Artigos Relacionados:

Deixar uma resposta