Morte à espera!

0
724

O suor teimava em fazer-se sentir nas costas dos participantes, uma garrafa de água era o bem mais precioso do mundo e o primeiro take do LipDub do Instituto Politécnico de Beja (IPBeja) era o momento por que todos aguardavam. Enquanto isso, a tarde embalava com mais uma voltinha cortesia de Maroon 5, com “Moves like Jagger”.

Havia também “Dona Ligeirinha” de Diabo na Cruz e “All the small things”  dos Blink 182 a soar dos altifalantes, enquanto o compasso de espera se formava com muitas coreografias e modelitos sui generis. Dos malabaristas circenses às galinhas de campo, passando pelas já acostumadas tunas do IPBeja e as bailarinas orientais, destacamos os simpáticos enfermeiros zombies fãs da revista Mais Educativa, media partner do LipDub. “Esta é uma iniciativa fantástica e estamos muito animados para entrar em ação!”, disse Sara Fernandas, aluna finalista de Enfermagem da Escola Superior de Saúde (ESS), sem esconder os segredos de uma maquilhagem tão veridicamente assustadora – mesmo em plena luz do dia. “Isto foi rápido, nem meia hora demorou!”

ESE's Tunis

Membros da ESE’s Tunis – Tuna Académica da Escola Superior de Educação de Beja, um grupo formado em 2011, numa quente e bem regada noite de verão. Hugo Sousa (segundo a contar da direita) explica que a performance preparada pela ESE’s Tunis no pátio da escola vai ser “completamente na base do improviso”, porque “isto é malta super capaz de fazer coisas bombásticas à pressão”. Coube-lhes 20 segundos da festa que, garantem, vão ser os melhores 20 segundos já alguma vez vistos num LipDub.

[Fotos: Bruna Pereira e João Diogo Correia]

Partilhar

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here

*