Não te queimes!

0
590

Se para os caloiros o tempo é de festa rija até às tantas da madrugada, porque acabaram os ‘massacres’ da praxe e é tempo de celebrar de copo na mão, para os finalistas a euforia em relação à Queima das Fitas tende a ser ainda maior, porque a última semana académica merece ser vivida como se não houvesse amanhã. Mas atenção, porque os comportamentos excessivos à base do “Sexo, drogas e Rock & Roll”, por mais cool que possam parecer, passam fatura… E nem sempre barata.

 

 

Álcool em excesso
O teu carro não foi feito para matar

Todos os anos existem preocupações redobradas para que o slogan “Se conduzir, não beba” esteja bem presente na cabeça de todos os que frequentam as Queimas das Fitas de todo o país. Se os testes de alcoolemia junto aos queimódromos não te chamam muito a atenção, os números de intoxicações alcoólicas graves que saltam para os noticiários no final do mês de maio não te sensibilizarem e os preços de saldo das bebidas vendidas nas barraquinhas do teu curso são uma tentação, podes sempre usufruir da vasta rede de transportes públicos especialmente criada para ti em tempo de festa – há até linhas gratuitas de autocarro para os queimódromos durante a madrugada, resultantes de protocolos com empresas transportadoras, e reforço especial do metro, para não teres sequer a desculpa de “ai gasto muito dinheiro” a ir de autocarro ou “já não tenho metro”.
Para os condutores mais ajuizados que levarem responsavelmente o carro e oferecerem boleia aos amigos, os estacionamentos junto aos queimódromos costumam ter uma oferta acrescida de lugares de estacionamento. Informa-te junto da tua Associação Académica.

Comida de plástico
Não rebentes com estas bombas calóricas

Os cardápios em tempo de semana académica costumam variar sempre à volta das mesmas tabelas nutricionais calóricas: do tradicional pão com chouriço ao leitão assado e à bifana no meio de um pão, passando pelos cachorros-quentes sempre bem guarnecidos com batata frita tipo palha e molhos vários, mas sem esquecer ainda as já acostumadas pizzas e os hambúrgueres, podes sempre contar com uma boa dose de gordura a deslizar pelas paredes do teu estômago. Não te vamos dizer para levares um tupperware com sopa de agrião escondido debaixo da capa do traje académico, porque pode ser impraticável… Mas uma banana, uma maçã ou uma sandezinha com muitas folhas de alface, tomate ou queijo fresco fatiado camuflada na mala pode dar muito jeito tanto ao bolso como à saúde. E, se calhar, tentares comer o máximo de refeições caseiras antes de ires para os concertos também.

Sono acumulado
Não deixes para amanhã o que podes dormir hoje

Se ainda acreditas que dormir menos horas – ou passar mesmo as noites em claro – vai fazer com que aproveites mais a vida, por passares acordado mais horas úteis, desengana-te! O sono não é apenas uma necessidade mental e física, já que é enquanto dormimos que ocorrem vários processos metabólicos que podem alterar o equilíbrio do nosso organismo – obesidade, envelhecimento precoce, hipertensão, decréscimo de criatividade, falta de memória e diabetes (já que a falta de sono inibe a produção de insulina) são algumas das consequências de hábitos noctívagos em demasia. Experimentar dormir uma sesta antes de ires para o queimódromo, para atenuar as longas noites sem descanso, em vez de pensares que no dia seguinte compensas… Lembra-te que ainda há muito que estudar para passar o ano e que o teu organismo tem de estar em ótimas condições, certo?

Sexo desprotegido
Não estragues a tua vida numa noite

A SIDA/VIH não é só uma palavra que estás farto de ouvir e achas que só acontece aos outros – é também uma doença, ainda não tem cura e pode calhar a qualquer um, incluindo a ti. E quem diz esta diz outras patologias e doenças sexualmente transmissíveis, tais como sífilis, gonorreia, candidíase, herpes vaginal… Fica atento à distribuição gratuita de preservativos e aos postos de informação e aconselhamento organizados, quer por alunos de alguns cursos relacionados com Ciências da Saúde, quer pelo próprio Instituto da Droga e da Toxicodependência (IDT). Aqui poderás obter informações em matéria de saúde sexual e reprodutiva, consumo de substâncias psicoativas, contraceção de emergência e interrupção voluntária da gravidez.
E lembra-te: mantém uma sexualidade saudável e evita noites que, vistas no dia seguinte, não passaram de um verdadeiro pesadelo.

[Foto: vanderscheer @ Flickr ]

Partilhar

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here

*