Relato de um estudo atribulado

0
444

As memórias de um estudante de outros tempos e de outras lutas. Guilherme Centazzi foi um médico português, com a ascendência italiana que o último nome denuncia, e estudou Matemática na Universidade de Coimbra (UC). Esquecido pelos seus conterrâneos, o livro “Estudante de Coimbra” é agora recuperado para o grande público.

És capaz de já ter ouvido este nome associado a um sabor diferente: o Dr. Centazzi ficou conhecido pelos seus rebuçados peitorais, que foram vendidos em grandes quantidades até meados do século XX. É também o verdadeiro precursor do romance português, à frente de Alexandre Herculano e Almeida Garrett (“Eurico, o Presbítero”, do primeiro, e “Viagens na Minha Terra, do segundo, foram lançados anos mais tarde, ainda na década de 1840), daí o subtítulo “O Primeiro Romance Moderno Português” dado a este livro, agora recuperado.

Aqui tens uma oportunidade de conhecer a história do estudante que foi expulso da Universidade e obrigado a exilar-se, pelas suas opções políticas, já que era um liberal convicto, em Paris, onde terminou um doutoramento na área da Medicina. Em “Estudante de Coimbra” tens lá tudo isto, a vida de universitário que se envolve em guerras liberais, o romantismo e o realismo, os traços autobiográficos misturados com muita ficção. A não perder!

Edição: 2012
Páginas: 320
Editor: Planeta Manuscrito
PVP: 18,85 euros

[Foto: facebook.com/pages/O-Estudante-de-Coimbra-de-Guilherme-Centazzi]

Partilhar

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here

*