Foi você que pediu nabiças?

0
1079

E quem diz nabiças diz grelos, ervilhas, brócolos, cebolas e outras espécies leguminosas frescas e prontas a entregar ao domicílio, gentileza de Ricardo Hespanhol – o engenheiro agrónomo que todas as semanas faz os habitantes do grande Porto suspirar por umas couves cozidas ou por uma sopa de agrião recém apanhado, graças ao seu vitaminado projeto Campo à Porta.

Pedir uma pizza familiar já era rotina de fim de semana para muitos e encomendar as compras mensais no hipermercado lá da zona também não era novidade para outros tantos. A surpresa é que agora o campo vem à cidade pelas mãos de Ricardo Hespanhol, um engenheiro agrário que ainda durante o curso na Escola Superior Agrária de Ponte de Lima já nutria o gosto pela horta e pelas leguminosas que tão bem fazem à saúde. “Enquanto estudava fora do Porto, um amigo meu tinha um terreno pequenino, e quando vínhamos, já trazíamos um ou outro cabaz de legumes (e na altura também frutas misturadas) para experimentar – a ver o que saía, o que não saía…”, refere Ricardo, explicando que foi no Natal de 2010 que o negócio ganhou maior cunho profissional. “Fizemos 14 cabazes hortícolas para oferecer à família, o maior número que conseguimos, e vimos que deu bom resultado… Por isso continuámos em frente com a ideia”.

Há três meses na estrada (e nas ruas do Porto), Ricardo Hespanhol já está a tratar de criar um site com toda a informação necessária para se fazerem encomendas de legumes personalizadas, porque para já a maior publicidade, admite, faz-se através do boca a boca dos clientes. “Vou a casa duma pessoa e depois se essa pessoa gostar recomenda a outra e assim sucessivamente. Também vou deixando o meu cartão para espalhar os contactos… E também já foram alguns os meios de comunicação a noticiar o Campo à Porta”, conta Ricardo, ao mesmo tempo que nos recorda a frequência das entregas que faz, como quem conta pelos dedos com muita atenção, porque o assunto é sério. “Segunda, quarta e sexta-feira faço entregas semanais. À terça-feira faço entregas de quinze em quinze dias”.

Ricardo Hespanhol
Ricardo Hespanhol mostra-se contente com os resultados destes três primeiros meses de trabalho.

150 pessoas gostam disto

Não, não estamos a falar de fãs no facebook – antes de clientes que já estão habituados a que legumes sempre frescos lhes entrem pela casa dentro. “Estes legumes duram mais tempo” é um dos elogios que ouve frequentemente Ricardo em forma de frase. Quanto aos bestsellers da verdura, eles são vários e bem ao gosto do freguês, seja ao molho ou ao quilo, garante Ricardo. “Depende do gosto, mas brócolos, couve, cebola, feijão verde, ervilhas estão a sair bastante bem. Há um mês atrás, por exemplo, saíram nabos e nabiças. Depois temos sempre coração, alface, tomate, cenoura, pepino e um bocado de tudo – quando paro o carro na rua, depois as pessoas vão lá e escolhem o que querem, com a garantia de que é sempre tudo fresquinho”. Houve tempos em que o produtor era Ricardo Hespanhol, mas “o tempo não dava para tudo” e agora a maior parte dos legumes vendidos vem de um fornecedor da Póvoa de Varzim.

Legumes… Frutas e galinhas!

Além de uma grande variedade de legumes, Ricardo Hespanhol também tem coelhos e galinhas por encomenda. Quando o lucro deixar e houver uma carrinha maior, o negócio poderá incluir a venda de frutas também – para que a refeição possa estar completa… E à distância de um simples pedido.

[Foto: Ricardo Hespanhol]

Partilhar

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here

*