Lágrimas com sabor a África

0
410

O que é nacional é bom, ouvia-se há uns tempos num anúncio publicitário. E no caso de “Tabu” é mesmo bom o resultado da mais recente longa-metragem de Miguel Gomes, o português a quem já tínhamos agradecido os bons momentos passados num banco de cinema com “O meu querido mês de Agosto”, em 2008.

Para aqueles a quem o preto e branco ainda seduz como um primeiro amor, a escolha de “Tabu” é certeira. Juntem-se o glamour das bandas sonoras nostálgicas com a irreverência dos sixties e um pano de fundo com o calor de África e temos a receita completa para uma história de amor onde os protagonistas não viveram felizes para sempre… E talvez ainda bem, ou não estaríamos a falar deste filme, mas sim de muitos outros.

Pilar participa em vigílias pela paz, colabora em grupos católicos de intervenção social e tem um admirador que lhe pinta quadros que ela considera “muito feios” – mas que por educação coloca nas paredes de casa em dia de visitas. A vizinha de Pilar é Aurora, uma mulher a roçar a velhice caquética que teima em gastar até ao último tostão nos casinos, com a desculpa de que foram sonhos… Ou então, ninguém tem nada a ver com isso, a não ser a filha, que não vê há muito. Depois temos Santa, a cabo-verdiana que trabalha para Aurora e põe em prática os ensinamentos das aulas noturnas de alfabetização a que assiste nas primeiras páginas do Robinson Crusue que anda a ler. A par destas três mulheres, é na figura de Gianluca Ventura, um velho que outrora foi galã por terras de África, que se desenvolve a trama de “Tabu”, cujo fim não revelamos, apenas o princípio, quando a Guerra Colonial não tinha ainda começado: “Aurora tinha uma fazenda em África, no sopé do monte Tabu…”.

Título: Tabu
País de Origem: Portugal
Ano: 2012
Género: Drama
Estreia: 5 de abril de 2012
Site oficial

Ficha técnica
Realização: Miguel Gomes
Elenco: Ana Moreira, Carloto Cotta,Teresa Madruga, Isabel Muñoz Cardoso e Laura Soveral.

[Foto: cinemaportugues.info]

Partilhar

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here

*