Um coração chinês que palpita em Sintra

0
520

Para Shandan Ageru, a distância é apenas uma palavra com intervalos que servem para conhecer pessoas. Muitas. Quantas mais, melhor! A China que a viu nascer continua à espera dela, mas por agora é Portugal o país que a vê sorrir todos os dias, mais concretamente o Six Senses Spa do Penhalonga Golf & Spa Resort, onde estagia há dois meses sempre com o mesmo sonho: abrir o seu próprio negócio.

“Estudei na SHMS – Swiss Hotel Management School e era aluna do MIB em International Business in Hotel&Resort and Spa Management”, diz Shandan, uma chinesa simpática com 23 anos e muita vontade de conhecer mundo, ou não estivesse ela vocacionada para a a área da hotelaria e do turismo. Depois de uma temporada a estudar na Suíça, no seio das escolas do SEG – Swiss Education Grou, Shandan decidiu mudar-se de malas e bagagens para Sintra. “Sempre quis conhecer outros países além da China – e acredito que os países europeus são extraordinários e muito acolhedores, sobretudo para o povo chinês”, explica Shandan, acrescentando que a sua experiência no Six Senses Spa está a ser muito completa e enriquecedora. “Aqui posso aplicar tudo o que aprendi sobre Gestão de Spa, procedimentos operacionais dentro dum Spa, Gestão Financeira, interação com os clientes…. O Six Senses Spa do Penhalonga Golf & Spa Resort é o lugar perfeito para eu poder aplicar toda a minha aprendizagem na SHMS”.

SEGStudent
O sonho de Shandan passa por vir a ter o seu próprio negócio na China. Vamos cruzar os dedos para que assim seja!

Do que é que ela está a gostar mais? “A minha parte favorita é que  posso ver pessoas diferentes, de todo o mundo e todos os dias. E eu adoro comunicar com todas elas, aprender com elas e ainda saber o que é  que esperam de um serviço de Spa perfeito”, desabafa Shandan, ainda com vontade de conhecer outros países pela vida fora. “Quero explorar tantos países quantos me forem possíveis, enquanto for jovem, de forma a apreender toda a essência dos Spas no mundo. No futuro, até gostava de ter o meu próprio negócio de Spa na China. Por isso, é importante para mim ver Spas diferentes em todos os cantos do mundo”.

Até ao futuro, o presente vai continuar a ser passado em Portugal, país onde as pessoas são “descontraídas e amigáveis”, diz esta chinesa muito apreciadora do fado tradicional… E do mar azul português. “Amo Cascais, a cidade onde moro, porque posso ir para a praia e dar longos passeios – coisa que não posso fazer em Pequim, de onde eu venho”.


[Foto: Shandan Ageru]

Partilhar

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here

*