Poupa o dinheiro… E o ambiente

Para onde viajou o teu pensamento quando leste este título? As hipóteses são muitas mas é de água que hoje te vou falar. Água, algo que damos como garantido mas, que temos que aprender a estimar e, acima de tudo, a poupar…

A água é, como todos sabemos, um recurso natural crucial para desenvolvimento humano e económico. Mas será que, no dia-a-dia, temos consciência disso? Será que nos lembramos que muitos milhões de pessoas a nível mundial não têm acesso a água potável, razão que origina a maioria das doenças nessas populações? E que em Portugal ainda há 20 mil habitações sem água canalizada, segundo o Censos 2011?

A ONU tem vindo a alertar, sucessivamente, para a possibilidade de dentro de alguns anos grande parte da população não ter acesso a água potável, devido aos elevados consumos que se têm registado. É que apesar de 70% do planeta terra ser constituído por água, apenas uma ínfima parcela é água potável.

Para a maioria de nós, o ato de abrir a torneira e ver a água a correr é tão rotineiro que só lhe damos a devida importância quando ela nos falta. Nesses dias, ou melhor, nessas horas – porque na maioria das vezes estas falhas acontecem apenas durante um período do dia – parece que não podemos fazer nada. Deixamos de poder tomar banho, de poder cozinhar e de poder lavar roupa e louça.
A maioria da água que gastamos diariamente é utilizada em descargas de autoclismos, banhos ou duches e máquinas de lavar. Estima-se que apenas entre três a seis litros sejam usados para a beber e cozinhar.

O Dia Mundial da Água, que se assinala a 22 de março, costuma recordar-nos da necessidade de poupança, por questões ambientais. Já a receção da fatura da água, no final do mês, costuma lembrar-nos da necessidade de pouparmos para diminuir o impacto no nosso orçamento.

Aquilo que te proponho é que interiorizes e apliques algumas medidas para poupança de água, de forma a ajudar o ambiente e o bolso. Aqui ficam:
– Toma duche, em vez de banho, e fecha a torneira enquanto te ensaboas.
– Lava os dentes com a torneira fechada.
– Usa as torneiras com termóstato, pois permitem a regulação da água sem desperdícios.
– Usa chuveiros de baixo caudal. Mantendo a pressão permitem uma redução de 50%.
– Na altura de colocar as máquinas a lavar (roupa e loiça), fá-lo apenas quando estiverem cheias.
– Quando comprares, escolhe as máquinas mais amigas do ambiente.
– Lava o carro com um balde, em detrimento da mangueira. Os centros de lavagem automática também são boas opções, já que têm sistemas de poupança de água.
– Usa a água de lavar vegetais e frutas ou de aquários para regar plantas.

Sobre a autora deste texto

Susana Albuquerque é Secretária-Geral e coordenadora do Programa de Educação Financeira da ASFAC – Associação de Instituições de Crédito Especializado. A também autora do livro “Independência Financeira para Mulheres” colabora mensalmente na revista Mais Superior para te dar dicas práticas que poderás aplicar no teu dia-a-dia.

[Foto: ca.uky.edu]

Artigos Relacionados: