Que colar tão giro… É de ADN, não é?

0
794

Qual prata ou qual ouro de 24 quilates! Os fios mais giros não se vendem em ourivesarias, estão antes no stand do  ISPA – Instituto Universitário. Por isso, já sabes, se estiveres na Futurália, não percas a oportunidade de ir lá transformar o teu ADN numa peça de bijutaria.

Tudo começa com uma zaragatoa (vulgo: cotonete) que é introduzida na boca. O objetivo? Retirar uma amostra das células da bochecha, que é imediatamente mergulhada numa solução composta por detergente e sais, responsável por abrir a parede das células, de forma a que o ADN consiga ser libertado. Quando aparecerem na solução uns filamentos esbranquiçados, isso quer dizer que o líquido está pronto a ser transferido para o colar mais original que de certo já tiveste: com o teu ADN pendurado.

ISPA

Sabias que o ISPA está de parabéns? Faz 50 anos de vida e, pelos sorrisos que vimos na equipa do stand da Futurália, são 50 anos de excelência no ensino da Psicologia aliados à boa disposição dos profissionais. Se tiveres alguma dúvida sobre Licenciaturas, Mestrados e Doutoramentos, a equipa do ISPA terá todo o gosto em responder-te, no Pavilhão 1 da Futurália.

[Foto: Bruna Pereira]

Partilhar

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here

*