Empreendedorismo às fatias

0
852
Pizza Night

O que achas de uma boa conversa com apetitosas pizzas a acompanhar? Altamente? Boa, porque há um grupo de alunos que, todos os meses, organiza a Pizza Night mais bem acompanhada de sempre! Ontem o serão foi passado com Carlos Bruno Pereira, Diretor Comercial da Caixa Geral de Depósitos (CGD).

Que numa residência universitária se passa muita coisa, todos sabemos. O que descobrimos foi que no Piso -1 da Residência Alfredo de Sousa – que é como quem diz na sede da NOVA Entrepreneurship Society (Campus de Campolide da Universidade NOVA de Lisboa) – se passam serões dedicados ao empreendedorismo muito originais e de abrir o apetite. Das perto de 30 pessoas que participaram na Pizza Night do passado dia 7 março, contaram-se jovens empreendedores interessados em descobrir como os bancos dão crédito, curiosos sobre o estilo de vida dos bancários e ainda os já acostumados amigos dos amigos dos amigos que aparecem, porque alguém disse que era uma noite garantidamente bem passada e onde se aprende sempre qualquer coisa. Como disse Pedro Gabriel Fonseca, mentor das Pizza Nights da NOVA Entrepreneurship Society, “estão todos convidados, só têm é de marcar presença com antecedência, porque o espaço é limitado”.

Pizza Night 3

A noite começou já perto das 20h, com uma conversa na companhia de Carlos Bruno Pereira, Diretor Comercial da CGD, que falou um pouco sobre como os jovens empreendedores e as suas empresas podem trabalhar com a Banca. “Ser bancário é uma profissão de alto risco e em vias de extinção”, começou por dizer Carlos, explicando que durante toda a conversa iria dar a sua opinião pessoal e nunca a visão da instituição bancária onde trabalha há 35 anos. Para os que chegaram a atrasados ao encontro, houve até uma espécie de lição de vida em torno da pontualidade. “Ficam já a saber que um bancário nunca chega a horas aos sítios – chega sempre antes. Há uma série de coisas a fazer antes de abrir as portas de uma agência: contar dinheiro, abrir cofres… Quanto as portas se abrem, eu já lá tenho de estar atrás do balcão para atender os clientes de sorriso nos lábios”.

Sob a forma de um debate sugerido por perguntas dos participantes, a Pizza Night abordou algumas das perguntas mais frequentes em torno do Microcrédito e do mundo da Banca – “Que não está nem melhor nem pior do que antigamente, está apenas diferente”, sublinhou Carlos Bruno Pereira, explicando que hoje em dia existem muitos mais serviços e produtos para além das tradicionais contas à ordem e a prazo do tempo dos nossos pais e avós. Quanto ao empreendedorismo, para os que julgavam que a pólvora estava em ter uma ideia brilhante para um negócio próprio, a resposta foi não. “O empreendedorimo também acontece quando se trabalha por conta de outrem”, basta pensarmos o que podemos fazer para dinamizar o negócio onde estamos – sem ficarmos numa secretária com má cara e à espera que o tempo passe para ganhamos o nosso dinheirinho ao fim do mês, referiu o orador.

Pizza Night 4

Na altura em que as primeiras dúvidas e questões sobre crédito surgiram, Carlos Bruno Pereira fez questão de referir que “a principal atividade de um banco é receber depósitos, não é emprestar dinheiro”, mas que, por outro lado, é um erro fazer depender uma nova empresa do dinheiro – “para isso, mais vale nem se meterem nela, pois estão a sobrevalorizar o capital e a desvalorizar tudo o resto”, disse ainda. O Diretor Comercial da Caixa focou igualmente o principal tópico da noite: seja qual seja a razão do crédito ou empréstimo, “nunca se esqueçam que do outro lado está uma pessoa”, a propósito de todo um leque de influências subjetivas e quase subliminares que podem afetar a decisão de uma instituição bancária na hora de emprestar dinheiro. “Se já sabem com quem vão falar, passem por lá para conhecer a pessoa: vão levantar dinheiro, vejam se é homem, se é mulher, se anda na casa dos 20 ou dos 30…. E sobretudo: acreditem na vossa ideia e não tenham medo do sim. Porque se vocês não acreditarem por que é que eu ou outra pessoa vamos fazê-lo?”

Ainda sobre as pessoas, Carlos Bruno Pereira lembrou os ensinamentos de Ernâni Lopes, referindo-se à teoria da 4ª camada, aplicada a atitudes, valores e padrões de comportamento. “Há uma coisa muito importante e que deve ser aplicada em tudo: o bom senso. E depois há ainda outra: a humildade. Nunca se esqueçam que as empresas são feitas de pessoas e as pessoas consomem produtos de outras empresas feitas por pessoas”.

No fim de um breve silêncio e de uma salva de palmas, os sorrisos deram lugar a bocas cheias de pizza… Até porque era difícil resistir uns minutos mais ao cheiro a queijo e bacon que saía das caixas!

Pizza Night 2

Queres aparecer nas Pizza Nights da NOVA?

Informa-te no site da  NOVA Entrepreneurship Society. Ficas já a saber que o preço do jantarinho é 5 euros para sócios e 8 euros para não sócios (5 euros pelas pizzas e pela bebida + 3 euros de entrada). O conhecimento e a boa disposição são gratuitos e à descrição.

[Foto: Bruna Pereira ]

Partilhar

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here

*