Em março voltamos aos anúncios… E aos whiskies com gelo

0
485

É verdade que “Mad Men” deveria ter voltado à TV ainda em 2011, mas a renegociações de contrato entre a emissora e o criador da série, Matthew Weiner atrasaram o processo – de acordo com o The New York Times, o produtor recusou encurtar os episódios em dois minutos para a inserção de publicidade e também disse não à redução de orçamento que tem por capítulo. 

O que é certo é que a quinta temporada de “Mad Men” estreia, não a 16, como tinha sido primeiramente anunciado, mas a 25 de março nos EUA, divulgou a AMC.
E meninas, preparem-se, porque o primeiro episódio é dirigido por Jon Hamm (o irresistível diretor criativo Don Draper), que já renovou seu contrato por mais três temporadas.

“Mad men” é atualmente a série de televisão dramática mais premiada da TV americana e retrata um grupo de publicitários de Nova Iorque nos anos 1960 – além de um guarda-roupa impecavelmente fidedigno à época, a série cria um retrato cultural americano que recorda músicas, filmes (“Bye Bye Birdie”, de George Sidney), acontecimentos históricos (assassinato de John F. Kennedy) e toda uma série de comportamentos do século passado que continuam a dar que falar nos dias de hoje, como sendo a discriminação das mulheres no acesso ao emprego, o tabu do aborto, a traição amorosa e o consequente divórcio ou a discriminação racial e sexual. Claro que não faltam os momentos de mais puro humor (acidente com a máquina de cortar relva no escritório) e aqueles que são de ir às lágrimas e esvaziar o pacote de lenços de papel (anúncio do projetor de slides Kodak).

O que todos queremos saber?
Don Draper vai mesmo casar com a secretária? E vai finalmente assentar a cabeça e conseguir só gostar de uma única mulher? Uhmmmm… Que venha a quinta temporada.

[Foto: latimesblogs.latimes.com]

Partilhar

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here

*