Viver sem crises num ano de crise

0
602
Manual de Instruções

Estás na altura da tua vida em que vais viver com a tua companheira ou com o teu companheiro? Vais deixar a casa dos pais ou deixar de partilhar apartamento com os amigos? Então este artigo é para ti!O mais importante é o sentimento que tens pela pessoa com quem vais viver, ter apoio da família e amigos nesta decisão e, claro, encontrar a casa ideal para as tuas possibilidades. Mas, não te esqueças que o dinheiro, quando não é devidamente respeitado e controlado, pode ser uma fonte de chatice entre os casais. Não há regras universais nem dogmas, cada casal deve falar sobre o assunto e definir o que considera como ideal para o seu caso.

Vou deixar-te algumas pistas para que o dinheiro nunca seja um problema nem uma fonte de zangas. Primeiro, há uma série de questões que o casal deve discutir para que, na nova casa, não haja crises, mesmo em ano de crise. Como será paga a renda? E as contas do supermercado? E as contas do telefone, internet, água ou luz? E os jantares lá em casa quando se convidam amigos? Vão optar por uma conta conjunta ou por contas separadas? São estas questões que têm de ser definidas à priori. Sugiro que, antes de se mudarem, façam uma lista dos ganhos do casal. Apontem os valores dos vossos ordenados, bolsas, mesadas e de outras fontes de rendimento que tenham. Depois, façam uma lista dos gastos previstos. O valor da renda, do condomínio, das contas da casa e de contas pessoais que possam existir. Aproveitem e façam o planeamento do ano inteiro contando com os ganhos extra como os subsídios de férias e natal e com os gastos extra como presentes de aniversário e natal para membros da família e amigos, seguro do carro, férias e, ainda, um determinado valor para poupança.

Este exercício será o primeiro passo para que o casal domine o dinheiro e o use em seu proveito, em vez de ser usado pelo dinheiro. É importante que o orçamento contenha uma determinada quantia para o lazer. Se forem rigorosos no orçamento previsto e não gastaram mais do que devem, sobrará algum dinheiro para uma ida ou cinema ou jantar fora. A mudança de casa significará talvez uma mudança no estilo de vida mas não deve significar o fim de uma vida social. Lembrem-se que a vossa casa também pode ser utilizada para o convívio com os amigos. Para o sucesso de uma relação, o entendimento do comportamento do parceiro no que toca ao dinheiro é muito importante. Isto porque há sempre um elemento com tendências mais consumistas e outro mais poupado. O segredo está no equilíbrio de ambos os comportamentos e no consenso face aos assuntos em questão. Deixo-te algumas dicas de poupança para te ajudar nesta nova etapa da tua vida:

Poupança em casa

  • Lembra-te sempre das coisas mais simples, como apagar as luzes das divisões onde não estás, desligar o ferro e não deixar a água a correr desnecessariamente;
  • Informa-te sobre os planos existentes para poupares na eletricidade ou nas comunicações. Há tarifários que apresentam reduções depois de determinada hora.

Idas ao supermercado

  • Faz uma lista daquilo de que realmente precisas e cinge-te a ela;
  • Dá atenção às marcas brancas. São relativamente mais baratas;
  • Pesquisa nos vários supermercados os preços dos produtos. Um produto pode ser mais barato num supermercado do que noutro. Usa os folhetos promocionais e a internet.

Lazer

  • Opta por ver filmes em casa. Junta os amigos, faz umas pipocas e diverte-te.
  • Em vez de ires jantar fora, organizem refeições em casa (com custos partilhados por todos os convidados).
  • Troca livros com os teus amigos ou aluga em bibliotecas. Se gostas das novas tecnologias, compra e-books.
  • Já experimentas-te fazer karaoke em casa com os amigos? E jogar outros videojogos em grupo? A animação é garantida e a poupança também.

Sobre a autora deste texto

Susana Albuquerque é Secretária-Geral e coordenadora do Programa de Educação Financeira da ASFAC – Associação de Instituições de Crédito Especializado. A também autora do livro “Independência Financeira para Mulheres” colabora mensalmente na revista Mais Superior para te dar dicas práticas que poderás aplicar no teu dia-a-dia.

Partilhar

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here

*