Estás de férias?
 Atualiza o teu CV!

0
662
Curriculum Vitae | © graur razvan ionut

Faz uma pausa nos bombons e nas uvas passas e aproveita as tuas férias ou mini-férias de Natal para atualizar um dos documentos que mais vais utilizar ao longo da tua vida: o CV, ou Curriculum Vitae, como é originalmente denominado atendendo à origem latina das palavras.

Se julgas que só vais precisar de um CV quando acabares o curso e iniciares a tua procura ativa de emprego, estás muito enganadinho. Participar em projetos de voluntariado, concorrer a programas internacionais como o Erasmus ou integrar alguns cursos livres e workshops na tua área de residência podem ser motivos mais do que suficientes para que tenhas em teu poder este documento previamente atualizado. Para te refrescar a memória, lembramos que um CV é um resumo dos teus dados pessoais, da formação académica e profissional, da experiência profissional e das tuas atividades dos tempos livres. No fundo não é mais do que uma oportunidade de explicares a um desconhecido quem és através de umas simples folhas tamanho A4.

Aprende a preencher os campos obrigatórios!

  • Identificação – deverá conter os teus dados pessoais, tais como nome, morada, data de nascimento, morada, telefone, telemóvel, número de BI/Cartão de Cidadão, estado civil e serviço militar.
  • Habilitações Académicas – descreve o nível de escolaridade que possuis, estabelecimento de ensino, data de início e data de finalização e média (se for favorável… Porque saber que acabaste alguma coisa com média de 10 valores se a escala for de 0 a 20 só te prejudicaria).
  • Experiência Profissional – é a descrição das experiências de trabalho e estágios. Caso ainda estejas a acabar o curso poderás sempre colocar os teus empregos de férias e part-times durante as aulas. Deverás colocar os seguintes elementos: função, nome da empresa, descrição das tarefas e data. Deverás colocar a mais recente no início e assim sucessivamente.
  • Formação Profissional – Cursos profissionais realizados, instituição, data e duração
  • Outros conhecimentos – aqui deverás colocar os teus conhecimentos de línguas e de informática.
  • Outras Atividades – deverás colocar informação relativa à forma como ocupas os teus tempos livres. No caso de não possuíres qualquer experiência profissional, e tenhas desenvolvido atividades de voluntariado, poderás colocá-las aqui. Este tipo de informação é tanto mais importante, quanto menor for a experiência profissional.

Não condenes o teu CV à morte súbita!

Nunca te esqueças que o CV é o teu cartão de visita. Se alguém odiar o teu CV, de certeza que não vai sequer conhecer-te pessoalmente. Por isso, atenta:

  •  NÃO coloques sublinhados fluorescentes, bolinhas, molduras com cerejas ou letras demasiado rendilhadas no teu CV como se fosse um álbum de casamento;
  • NÃO escrevas mais de 2 páginas de CV, porque ninguém tem paciência para ler isso;
  • NÃO coloques fotografias pixelizadas, deformadas, impróprias (recortadas de churrascadas familiares, em piscinas com trajes menores) ou demasiado informais… Isto não é o Facebook, é o teu CV;
  • NÂO deixes erros ortográficos no teu CV. Em caso de dúvida, certifica-te junto de um corretor online, mas erros jamais!
  • NÃO descuides a apresentação das folhas do CV. Manchas de café, pontas dobradas ou rasurados a caneta estão completamente proibidos;
  • NÃO inundes o CV de banalidades (estilo gosto muito de passear a pé e de ver árvores) ou frases estilo “eu sou muitíssimo bom a inglês e espetacular a trabalhar em equipa”. Sê humilde e descreve-te com moderação;

[ Foto: graur razvan ionut ]

Partilhar

Comente este artigo

Please enter your comment!
Please enter your name here

*